Pai de deputado, prefeito será primeiro a desembarcar do MDB
   22 de maio de 2022   │     19:27  │  0

Com “acirramento” da disputa pelo Palácio dos Palmares, a expectativa é que prefeitos, vereadores e outras lideranças políticas comecem a ser “apertados” para escolher e declarar lado.

Nos bastidores, a informação é que prefeitos ligados ao presidente da Câmara dos Deputados, deputado federal Arthur Lira (PP-AL), serão convidados a declarar apoio aos candidatos majoritários apoiados por ele – Rodrigo Cunha para o governo e Davi Davino Filho para o Senado.

Não é o que deve acontecer com o primeiro prefeito que já confirmou que vai “desembarcar” do MDB. Marcelo Lima, de Quebrangulo, vai sair do partido por outra razão. Ele é pai do deputado estadual Davi Maia (União Brasil), um dos principais opositores do atual governo e um dos principais articuladores da pré-candidatura de Rodrigo Cunha.

Com muitos anos de MDB, Lima já não encontra mais “clima” para continuar no partido. E vai, “naturalmente”” para o União Brasil. Simples assim.

Não custa lembrar, no entanto, que cada caso é um caso. Tem prefeito de oposição que vota no governo ou que vai tentar a “neutralidade”, ainda que aparente.

O atual governador Paulo Dantas, tem recebido a sinalização de apoio deputados, vereadores e prefeitos filiados ao PP e União Brasil, que formam aliança pró-Cunha.

Alguns prefeitos prefeitos do PP votarão abertamente em PD, caso de Theobaldo Cintra (Major Isidoro) e Zé Luiz (Olho d’Água das Flores). Outros, vão vota na “baixa”. Mas essa é outra história.

Comentários 0

Prefeitos devem pagar “imediatamente” precatórios do Fundef, avisa deputado
   21 de maio de 2022   │     19:40  │  4

A novela do pagamento dos precatórios do Fundef para professores das redes municipais de ensino se arrasta desde 2018. A maioria dos prefeitos ainda não pagou os 60% a que os servidores tem direito em função de “dúvidas” na Legislação ou de orientação de órgãos como MPF e TCU.

Com as mudanças na legislação, no entanto, os prefeitos não só podem, como “devem” pagar imediatamente os professores. Foi o que garantiu o relator o PL 10880/18, deputado federal Pedro Vilela (PSDB-AL).

O PL 10880/18 é de autoria do ex-deputado federal JHC (PSB), atual prefeito de Maceió. João Henrique coordenou ações políticas em todo o país e conseguiu reverter diversas decisões em  desfavor dos professores. A aprovação da lei, de sua autoria, garante agora o pagamento aos professores, sem qualquer questionamento jurídico. É o que garante Vilela.

Em entrevista à Rádio Princesa FM, de Viçosa, o deputado disse na sexta-feira (20/05), que o processo dos precatórios está finalizado em Brasília e que cabe apenas aos prefeitos efetuarem o pagamento aos professores.

“Garantimos o direito do magistério a esses recursos. Isso se deu devido a minha relatoria ao PL 10880/18 e nossa articulação para inserir essa garantia no texto da Constituição Federal.”, destacou o parlamentar.

“Ganhamos em cada instância lá em Brasília, e eu sempre entendi que essa era uma luta para fazer justiça aos professores”, acrescentou o deputado.

“Acabou aquele argumento da “insegurança jurídica” que muitos gestores usavam para não pagar os precatórios. Agora é dever de cada prefeitura fazer a sua parte, pagar o que deve aos professores, e tenho certeza que essa etapa também será vencida, eu estou pronto para cobrar a cada prefeito que ainda não efetuou esse pagamento”, afirmou.

Veja a lei
PL 10880/2018

Altera a Lei nº 14.113, de 25 de dezembro de 2020, para dispor sobre a utilização dos recursos extraordinários recebidos pelos Estados, pelo Distrito Federal e pelos Municípios em decorrência de decisões judiciais relativas ao cálculo do valor anual por aluno para a distribuição dos recursos oriundos dos fundos e da complementação da União ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef), previstos na Lei nº 9.424, de 24 de dezembro de 1996, ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) 2007-2020 e ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) permanente.

Veja aqui na íntegra: PL 10880/2018 

Deputado federal Pedro Vilela, relator do PL 10880/2018

 

Comentários 4

Do grupo de “oposição”, presidente da Adeal será exonerado por Paulo Dantas
     │     18:19  │  1

Ex-vereador de Maceió, Zé Márcio será exonerado da presidência da Agência de Defesa Agropecuária de Alagoas (Adeal). Ele foi nomeado para o cargo há um ano, em maio de 2021, por indicação do deputado federal Marx Beltrão (PP).

Á época Zé Márcio fazia parte do mesmo grupo do governador Renan Filho (MDB). Era…

A partir das novas composições, o filho de Zé Márcio se lançou pré-candidato a deputado estadual pelo União Brasil, numa articulação feita pelo deputado estadual Davi Maia (UB), um dos principais opositores do governo. Por tabela, Zé Márcio foi para a “oposição”. Sua saída da Adeal já era esperada.

Irmão do vereador Zé Márcio Filho, Lelo Maia está entre os nomes que disputa uma das vagas do UB na Assembleia Legislativa.,

Vago

O ato de exoneração de Zé Márcio deve sair no Diário Oficial do Estado de Alagoas da próxima segunda-feira (23/05). O Palácio dos Palmares não informou se também será nomeado um substituto para o cargo.

Comentários 1

Vaga de vice-governador está “indefinida” em todas as chapas… todas!
   20 de maio de 2022   │     22:52  │  1

Pré-candidato a governador pelo PSD, Rui Palmeira foi nesta sexta-feira a Arapiraca. Deu entrevistas em várias emissoras de rádio, conversou com jornalistas e recebeu muitos apoios políticos. Inclusive de lideranças do Republicanos, partido que deve indicar o nome do candidato a vice ou a governador de sua chapa.

Na semana passada, ao anunciar aliança entre PSD e o Republicanos (veja aqui) informou que o empresário de Arapiraca, Celso Pessoa, não poderia ser candidato a vice, em função de compromissos empresariais.

Ainda assim, alguns veículos deram destaque a “desistência” do empresário Celso Pessoa em disputar a vice ao lado de Palmeira.

Eleito vice-governador no domingo (15/05), o médico José Wanderley Neto (MDB), manteve a pré-candidatura a deputado estadual. E disse que a escolha do nome para disputar a vaga de vice do governador Paulo Dantas (MDB), será feita na convenção, em agosto.

Zé Wanderley pode continuar como vice? Pode. Mas deixa em aberto a possibilidade para que o governador tenha a possibilidade de fechar alianças com outros partidos ou “reforce” o palanque com outro nome.

O senador Rodrigo Cunha (União Brasil) já escolheu a deputada estadual Jó Pereira para compor a chapa como vice. Mas ainda vai ter que “desatar” o nó da Federação PSDB/Cidadania, que tem um pré-candidato ao governo. O ex-deputado federal Régis Cavalcante foi lançado pré-candidato ao governo pelo Cidadania. E o partido promete levar até a “última instância” o direito de ter um candidato majoritário em Alagoas.

Essa semana, Régis conversou com o presidente do PSDB em Alagoas, deputado federal Pedro Vilela e tem encontro marcado, avisa o jornalista Wadson Régis, com o presidente de honra do PSDB, o ex-governador Téo Vilela.

O cenário atual é de incertezas para quem quer ser vice, mas com algumas definições já em andamento.

Rui Palmeira, tudo indica, terá ao seu lado um nome do Republicanos, que deverá ser anunciado antes da convenção.

Paulo Dantas decidirá também mais próximo da convenção se mantém ou não Zé Wanderley na vice.

Já Rodrigo Cunha só não manterá Jó Pereira se não conseguir fechar coligação com a federação. Mas essa é outra história.

(O “todas” do título se refere as chapas consideradas “competitivas”, que fique claro).

Comentários 1

Deputado denuncia prefeito por ameaças a vereador
     │     22:20  │  1

Ameaças, em alguns casos à vida, ainda fazem parte da política de Alagoas “em pleno” século 21. Casos de “truculência” são mais comuns nas menores cidades, embora ainda existam registros de “coronéis” atuando em grandes colégios eleitorais do Estado.

Esta semana,  o deputado estadual Davi Maia (União Brasil) denunciou o que seria a ação “truculenta” do prefeito de Igaci, município do agreste alagoano. Petrúcio Barbosa, já foi alvo de outras denúncias na Assembleia Legislativa. Desta vez, ganhou repercussão as ameaças que teria feito contra o vereador Neno Toledo.

De acordo com Davi Maia, Neno Toledo e a esposa tiveram a honra atacada de forma “irresponsável e truculenta” pelo gestor municipal no último Dia das Mães.

“Estou aqui para que todos no Estado de Alagoas saibam que se algo acontecer ao vereador Neno Toledo ou a qualquer um da sua família, a responsabilidade é do prefeito Petrúcio”, acusou Maia, avisando ao prefeito que existem leis e que as mesmas devem ser cumpridas, citando como exemplo a do portal da transparência. Segundo o deputado, no último Dia das Mães, em comício realizado na cidade, Petrúcio Barbosa teria sido desrespeitoso com a esposa do vereador, que é enfermeira.

Em aparte, o deputado Cabo Bebeto (PL) se uniu ao colega de plenário em apoio ao vereador Neno Toledo, acrescentando que Neno Toledo representa a nova política, a política que Igaci merece. “Essas ações baixas não vão lhe atingir. Essa turma não tem coragem de fazer nada, a não ser ofender”, completou o parlamentar.

Saiba mais: Davi Maia repudia ação truculenta de prefeito de Igaci contra vereador Neno Toledo

Comentários 1