Galba assume pré-candidatura para a prefeitura de Maceió e busca apoio entre partidos do Chapão
   22 de maio de 2012   │     4:45  │  0

Até ontem pela manhã o presidente da Câmara de Maceió, Galba Novaes (PRB), era tido como virtual candidato a vice numa chapa encabeçada por Ronaldo Lessa.

Mas o “vice ideal” ficou surpreso com o anúncio da chapa “Lessa-Mosart” feito pelo prefeito Cícero Almeida na inauguração da Vila dos Pescadores. “Não houve conversa”, resume.

Na verdade houve conversa sim, entre ele (Galba) e Ronaldo Lessa sobre a possibilidade dessa chapa. “É verdade que o Ronaldo disse que eu seria o vice ideal. Mas nunca houve esse compromisso, nem da minha parte, nem da dele”, aponta.

Com o lançamento da dobradinha PDT-PMDB, Galba Novaes retomou as articulações com os outros partidos que fazem parte do chamado Chapão: “estou conversando com os partidos que já vinham discutindo esse processo, como o PSD, PR, PTdoB. Como o prefeito já fez sua escolha, devemos fazer a nossa”, aponta.

Em conversa com o blog, Galba fez algumas observações:

1-      Relação com o prefeito: “a partir de agora será institucional, dentro da harmonia dos poderes. Não vou misturar o momento com questões pessoais ou políticas.”

2-      Relação com Rui Palmeira: “sempre fomos amigos, uma amizade que começou com nossos pais (Guilherme e Galba). Conversamos e vamos conversar mais”.

3-      Candidatura a prefeito: “nunca disse isso antes, mas minha pré-candidatura está lançada. Hoje (ontem) sai uma pesquisa  mostrando que temos condições de ganhar a eleição. O Ronaldo tem 17%, o Rui 16%, o Jeferson tem 15%, o mesmo percentual que o meu. Destes, eu sou o único que até agora não era tido como pré-candidato, e mesmo assim, meu nome aparece muito bem”.

4-      O racha no  Chapão: “Como a eleição é de dois turnos, acho salutar  ter mais de uma candidatura. Vamos ver quem vai ser aprovado pelo eleitor. No segundo turno, podemos voltar a conversar novamente com todos os partidos”.