Estudo do Ministério da Justiça mostra que relação de policiais/habitantes diminuiu em Alagoas
   6 de junho de 2012   │     22:16  │  2

O levantamento sobre o efetivo dos órgãos estaduais de segurança pública do Ministério da Justiça, com dados atualizados entre 2003 e 2007 (esse é o estudo mais recente), mostra que a relação de policiais para habitantes diminuiu no estado em -5,61% no período. O efetivo total, considerando PM, PC e Bombeiros era de 11.707 homens, e a relação na época era de um policial para cada 263 habitantes. O ideal seria 1 para 250.
 
O problema é que desde então a população continuou a crescer e o número de policiais a diminuir. Em 2007 Alagoas tinha 2.104 policiais civis. Hoje não tem 1,5 mil. O efetivo da PM era de 8.204 homens. Hoje não passa dos 7.800 homens, dos quais pelo menos um terço estão fora das ruas. O efetivo dos Bombeiros era de 1.399 homens.
 
Eu conservei com um especialistas no setor. O último levantamento feito em Alagoas, para 2010, recomendava pelo menos 4 mil servidores na Polícia Civil e pelo menos 11 mil PMs nas ruas.
 
Para tirar o atraso e fazer o dever de casa, o governo de Alagoas terá que realizar não só dois concursos já programados para este ano, com a possível contratação de 1,54 mil servidores para as polícias militar e civil. Será preciso também repor o pessoal que deve se aposentar nos próximos dois ou três anos (metade do efetivo) e ampliar o atual quadro em pelo menos mais 6 mil servidores na PM e PC.
 
Resta saber se o governo vai ter caixa e disposição para contratar o pessoal necessário. 
 
Quem tiver interesse pode conferir o estudo do Ministério da Justiça neste link:
 
http://portal.mj.gov.br/data/Pages/MJCF2BAE97ITEMIDAACCEEFBA784458E99DCADBC672C3096PTBRNN.htm

 

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Alagoano no fundo do poço

    Para este número de 7.800,restam algumas observações: subtraimos -600 das assessorias – 30 da intendência penitenciária -1/12 avos de férias ou seja- 650 – 1/12 avos de licença especial de 03 meses a cada 05 anos trabalhados,ou seja uma média de – 300. Outro íten importante, as dispensas médicas que foram concedidas pelos próprios médicos da PM no ano passado,cerca de 10.000/ ano, resultantes da escala de serviço desumana, ou pelo stress diário no confronto com os bandidos, numa média de – 35 homens/ dia, – 250 homens na burocracia dos diversos batalhões, – 320 homens à disposição de autoridades diversas – 30 de licença sem vencimento, ou seja, subtrai-se + – 2.200 homens, dos 7.800 = 5.600 : por 4 turnos diários, teremos 1.400 homens para os aprox. 3.200.000 alagoanos. Já que, seg. a ONU, recomenda 1 homem para 250 pessoas, estamos com um homem para cada 2.285 pessoas. E aí,caro blogueiro, salve-se quem puder!!!!! TÔ FORA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  2. karla

    QUEM INFORMOU AO NOBRE JORNALISTA,NÃO FOI TÃO PRECISO SOBRE A EVASÃO DE PMs,MAIS VAMOS DAR UMA MÃOZINHA AO NOSSO LEITOR INTERNAUTA DESSA COLUNA.NO DESGOVERNO DO RONALDO LESSA(MEADOS DE 2005 E 2006),FOI EDITADA A LEI 6514,(lei de promoção e incentiva a reserva precose),BEM, AGORA VAMOS EXPLICAR O QUE ACONTECEU,APESAR DE SER ALERTADO DE QUE A TAL LEI ERA INCOSTITUCIONAL,FEZ OUVIDOS MOUCOS PARA TAL SITUAÇÃO E PROMOVEU UM FESTIVAL DE RESERVA PRECOSES E ACOMPANHADA DE PROMOÇÕES AOS QUE LHE SERVIAM NO PÁLACIO.O QUE É PIOR ESSE IRRESPONSÁVEL TÉO VILELA NÃO FREIOU TAL SITUAÇÃO E AINDA PARA INCREMENTAR MAIS A EVASÃO NA PMAL FOI ORIENTDO PELO ENTÃO SECRETÁRIO O FANFARÃO PAULO RUIM A ENCAMINHAR UMA NOVA LEI(7126) QUE ALTERAVA ALGUNS ARTIGOS DA FAMIGERADA LEI 6514,DESTA FEITA SÓ PARA ACELARAR A SAÍDA DE CORONÉIS PARA PROMOVER A DECANTADA “oxigenação”,AI O BICHO PEGOU,HOJE SE SOMARMOS O TEMPO QUE ESTAR EM VIGOR ESSAS DUAS LEIS,TEMOS JÁ CONTABILIZADOS QUASE 2700 HOMENS QUE FORAM PARA RESERVA E O QUE É PIOR, HOJE NA PGE TEMOS QUASE 500 PEDIDOS DE RESERVA.OBSERVEM QUE TAMANHA IRRESPOSÁBILDADE DESSE DESGOVENO QUE NÃO FAZ NADA PARA CONTER ESSA EVASÃO E NEM TÃO POUCO PARA REALIZAR CONCURSOS.ALAGOAS ANTES DO GOVERNO DE RONALDO LESSA,SEMPRE ESTAVA NO PATAMAR ACEITÁVEL DA RELAÇÃO PM X POPULAÇÃO.AGORA SÓ NOS RESTA LAMENTAR O QUE ESTE CIDADÃO(TÉO MALANDREZA) SEJA TÃO MAL ACESSORADO POR ESSA EQUIPE A SDS.

Comments are closed.