Boicote ou “greve branca”? Movimento também ganha força na Polícia Civil
   8 de junho de 2012   │     18:51  │  4

Entre os policiais civis e militares o termo mais utilizado é “greve branca”. É assim que eles chamam as ações – deliberadas – de desobediência das ordens que “vem de cima”.

Eu prefiro continuar tratando de boicote. Até porque mesmo descumprindo ordens superiores, os policiais continuam trabalhando.

Independente do termo, a desobediência é um problema que tende a se tornar grave para a segurança pública de Alagoas. Ainda mais agora, que Alagoas está prestes a se tornar “laboratório” do Plano Nacional de Segurança.

O boicote que atinge a PM é mais antigo e mais profundo na polícia civil. Existem vários indícios de que esse movimento vai se intensificar se o plano nacional de segurança não incluir melhorias salariais para os policias.

Tirar um Boletim de Ocorrência nas delegacias está cada vez mais difícil. Os agentes empurram as vítimas da violência para outras delegacias e até para outros municípios. Em Maceió, a DEIC  está deixando de apurar ações do crime organizado para emitir os boletins de ocorrência que deveriam ser emitidos pelas distritais.

Hoje o Estado tem cerca de 1,5 mil servidores na PC, dos quais 150 são delegados. Entre eles existe uma disputa para ver quem consegue fazer mais “corpo mole”. O fato é que se torna cada vez mais difícil encontrar policiais dispostos a participar de operações.

O que muitos querem – e vão conseguir logo – é se aposentar. Porque? Simples: os agentes da Polícia Civil ganhavam, no passado, igual a um sargento da PM. Hoje ganham menos que um soldado em início de carreira.

E, além disso, revela um agente, falta reconhecimento. Elogio de vez em quando não faz mal a ninguém.

COMENTÁRIOS
4

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Greve Branca ou Corpo Mole?

    Caro Blogueiro, não se pode falar em melhoria da Segurança Pública com “soluções” pontuais, a valorização do profissional de segurança é talvez, de forma imediata, a principal delas, porém medidas de combate a criminalidade de forma rígida, como as adotadas em Nova York seriam muito bem vindas. A teoria da vidraça quebrada é um bom exemplo a ser seguido, chamando a responsabilidade tanto Prefeitura quanto o Estado, sendo exigido de cada um dos poderes as suas reais responsabilidades. Greve Branca ou Corpo Mole? Essa é uma questão controversa e polêmica, como dizer que os policiais estão fazendo “corpo mole” se não ha condições mínimas de trabalho, se as escalas, devido ao baixo contingente, estão cada dia mais desumanas, se os representantes dos direitos humanos não se preocupam com o direito a dignidade dos policiais, se os comandantes, do alto de seus cargos (com excelentes salários, diga-se de passagem), sequer sabem as necessidades dos subordinados . Há excelentes profissionais nas forças policiais de nosso Estado, falta condições de trabalho e valorização do servidor. Parafraseando o sambista Arlindo Cruz: “…Recebe menos quem mais tem pra dar…” e isso caro Edivaldo desmotiva a tropa e faz repensar se ainda se quer permanecer nos quadros da Segurança Pública de Alagoas…

  2. INTERIOR

    Ex.: Major Isidoro, Belo Monte, Jacaré dos H., Monteirópolis, São José da Tapera,Carneiros, Senador R.Palmeiras, Pão de Açúcar,Olivença, Poço das Trincheiras,Maravilha, Dois Riachos…vcs. estão se perguntando: o que isso quer dizer? Simplesmente q em cada cidade acima citadas,existe apenas dois pm’s por dia para fazer segurança. É mole uma situação dessa!Analise quem está fazendo corpo mole, se os policiais ou o governo!Para verificar se é verdadeira essa denúncia, faça uma visita a esses municípios ou pergunte aos respectivos prefeitos.

  3. FRED

    VOÇE MEU CARO EDIVALDO FOI SECRETARIO DE ESTADO, E VOÇE NÃO MAIS NINGUEM SABE QUE: – NÃO SE INVESTE NO SER HUMANO E SIM EM MATERIAIS(ARMAS, COLETES E VIATURAS); – HÁ COMEÇA POR LULA EM 2002 QUE PROMETEU CRIAR A NÍVEL NACIONAL UM SALARIOPARA OS POLICIAIS CIVIS E MILITARES, NADA SAIU DAS PROMESSAS DE CAMPANHA, E QUE DILMA PROIBIO DE CRIAR DESPESAS NO SEU GOVERNO. OUTRO FATO É QUE SEGURANÇA PÚBLICA DEVE SIM, CRIAR UM INCENTIVO(PAGAR HORA EXTRA, ADICIONAL NOTURNO E O MAIS IMPORTANTE QUE É – UMA GRATIFICAÇÃO DE PRODUTIVIDADE(QUE ATÉ HOJE OS GOVERNANTES NÃO CRIARAM). O QUE ESPERAR DOS NOSSOS POLITICOS QUE NÃO INVESTI EM EDUCAÇÃO. É ESPERA O QUE……………O TEMPO COMO SEMPRE MOSTRA A PACIVIDADE DA NOSSA GENTE, QUE SO SE MANIFESTA DIANTE DE UM CADAVER DE UM SER(RICO), POIS OS POBRES CONTINUAM MORRENDO, COMO SEMPRE.

Comments are closed.