Acabou o mistério: conversa entre Galba e Téo Vilela foi sobre “segurança”
   14 de junho de 2012   │     16:33  │  0

Essa semana o presidente da Câmara Municipal de Maceió teve uma longa conversa, no Palácio dos Palmares, com Téo Vilela. O que eles conversaram? A assessoria do governador desconversou e despistou o blog por dois dias.

Hoje eu conversei com Galba.  Em Brasília, onde foi participar da apresentação do Plano Nacional de Segurança, ele atendeu o telefone.

Quis saber se a conversa com Téo Vilela foi sobre política: “não, foi sobre segurança. Eu vim participar da apresentação do plano, a convite do governador. Ele queria falar sobre isso”. Persisti: e a política? Ele jura que não conversou sobre isso com o governador. ”Foi uma conversa sobre segurança. Eu parei inclusive de discutir a pré-candidatura para acompanhar essa questão. Estou torcendo que as medidas tenham o efeito desejado. Pelo que vi em Brasília, teremos uma grande operação”, aponta.

Entre essas ações, chamou a atenção de Galba o “mutirão” que será feito para a resolução de mais de mil inquéritos policiais que estão “mofando” nas gavetas da justiça. “O clima é positivo. Todos se mostraram dispostos a ajudar,”disse.

Cá pra nós, eu duvido que Galba e Téo Vilela não tenham conversado também sobre a sucessão em Maceió. Mas tudo bem. Vamos aceitar, por enquanto, a versão do presidente da Câmara sobre esse encontro.

Renan Filho anuncia apoio ao Plano de Segurança

O deputado Renan Filho, do PMDB-Alagoas, também foi a apresentação do Plano de Segurança e saiu do Ministério da Justiça anunciando apoio ao esforço pela redução da violência em Alagoas. “Ainda não foram apresentados detalhes. As ações, em sua maioria, pelo que vi, são de médio e longo prazos. O plano ainda está em concepção. Assim que ele ficar pronto terei uma avaliação melhor, mas por enquanto é isso: vamos apoiar e torcer para que esse plano produza os resultados que a população deseja, que  é a volta da segurança para nosso Estado”, diz.