Uma questão de tempo: Ronaldo e Rui vão dominar horário na TV
   24 de junho de 2012   │     17:26  │  1

As convenções dos partidos foram marcadas em Maceió (todas praticamente) para o próximo dia 30, último prazo previsto pela Justiça Eleitoral.

Ronaldo, do PDT, e Rui, do PSDB, prometem polarizar a campanha eleitoral em tudo. Farão as convenções em clubes tradicionais da capital (Fênix e Iate) e pretendem reunir na festa os partidos que vão apoiá-los.

A polarização também deve se dar no discurso. Lessa ganhará o carimbo de Cícero Almeida. Palmeira, o de Téo Vilela. Nomes como de Lula, Dilma, Renan, Collor e Biu também terão grande peso no processo eleitoral em Maceió.

Os dois também devem polarizar na internet e principalmente no horário gratuito de rádio e TV.  A propaganda eleitoral começa no dia 21 de agosto. Para os candidatos e seus marqueteiros cada segundo é uma preciosidade.

E nesse quesito Ronaldo e Rui Partem na frente. Juntos, os dois devem ficar com pelo menos 20 dos 30 minutos do horário de TV. Se fizerem uma propaganda competente tudo indica que deixarão os outros candidatos comendo poeira e irão para a disputa final– se houver – no segundo turno.

O quadro hoje mostra Ronaldo com 11 minutos e Rui com 6. Jeferson, do Dem, teria 3m20s; Nadja, do PPS, 2m17s, Rosinha, do PTdoB, e Fleming, do PSOL, teriam cada um 1m47s.

Outros 3m41s estão indefinidos e pertencem quase todos ao PP, PRB e PSB. Esses partidos embora tenham pré-candidatos (Marcelo Palmeira, Galba Novaes e Givaldo Carimbão) tendem a se compor com Rui (PP), Ronaldo (PRB) e Jerferson (PSB). Essa última aliança é incerta, embora venha sendo estimulada por setores do governo do estado para evitar a fragilização do candidato do DEM, que aparece bem nas pesquisas

Fazendo as contas

Fiz os cálculos com a ajuda de Marcos Toledo, do PTdoB. A matemática é simples. São 30 minutos de propaganda eleitoral. Destes, 10 minutos são divididos igualmente entre os candidatos. Listei 6,  deixando de fora alguns pré-candidatos (Carimbão, Marcelo e Galba) que tendem a fazer composição. Assim teríamos 1m40s para cada um dos seis.

Os outros 20 minutos (ou 1.200 segundos) são divididos de acordo com a representação de cada partido na Câmara Federal. Com 86 deputados (maior bancada) o PT contribuirá com  3m20s para a coligação de Lessa. Já o PMDB do vice, Mosart Amaral, vai ajudar com 3m02s.

Claro que esse quadro pode mudar. Se novos candidatos forem lançados, os cálculos mudam.  A arrumação com o PP e PSB também será decisiva. Jutos esses dois partidos podem dar mais 3m20s para Rui ou dividir esse tempo com Jeferson.

Agora é esperar. É só uma questão de tempo para ver quanto tempo cada candidato terá na TV.

Tudo diferente

A propaganda eleitoral para prefeito e vice será exibida nas segundas, quartas e sextas. A de vereador, as terças, quintas e sábados.

Mas, vai aqui um alerta: os cálculos que fiz valem apenas para as coligações majoritárias. Nas proporcionais onde a arrumação dos partidos será diferente, a conta será outra.

TSE regulamenta horário de propaganda gratuita 

Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovaram, na última  terça-feira (19), a resolução que regulamenta a  propaganda eleitoral nas Eleições 2012. O horário eleitoral gratuito começa, no rádio e na televisão, no dia 21 de agosto, 45 dias antes do primeiro turno das eleições, e vai até o dia 4 de outubro, três dias antes do primeiro turno.

Nos municípios onde houver segundo turno, a data limite para o início do período de propaganda eleitoral gratuita é no dia 13 de outubro, 15 dias antes da eleição. São obrigadas a transmitir a propaganda eleitoral as emissoras de rádio, inclusive as  comunitárias, e as emissoras de televisão que operam em VHF e UHF e canais de televisão por assinatura sob a responsabilidade das câmaras municipais.

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. nina

    PSDB, eca… Já basta o que está fazendo no estado, agora quer centralizar a desgraça na capital, é? Sou gato escaldado, ok? PSDB nem pra representante de bairro.

Comments are closed.