JC diz que “Ibama deu golpe em Alagoas” e convoca sociedade a reagir
   25 de junho de 2012   │     18:23  │  1

Até agora a reação mais dura contra a decisão do Ibama – em negar a licença ambiental para a instalação do estaleiro Eisa, em Coruripe – partiu do deputado federal João Caldas, do PSDB-AL.

Ele embarcou hoje a tarde para Brasília apenas para fazer um pronunciamento na Câmara Federal.

Mantendo seu estilo, o deputado que está no exercício do mandato a apenas uma semana, soltou o verbo no plenário da Câmara. “O Ibama agiu contra os interesses de Alagoas. O Ibama agiu contra o futuro dos alagoanos”.

Caldas, como já revelei aqui, foi quem apresentou o presidente do grupo Synergy, German Efromovich, a Téo Vilela. Nos últimos anos ele tem trabalhado junto com o governo para viabilizar o estaleiro em Coruripe.

O empreendimento, de R$ 1,5 bilhão deve gerar entre 5 mil e 10 mil empregos diretos, dizem os empreendedores.  A  indústria naval surgiu, desde dezembro de 2009, quando foi realizada a primeira reunião entre Teo e German, como a grande promessa de redenção da economia alagoana.

O sonho do estaleiro foi agora transformado em pesadelo. Na última sexta-feira o Ibama emitiu parecer negando o licenciamento ambiental para a construção da obra.

A decisão frustrou os alagoanos que, se depender de João Caldas, vão se mobilizar e pressionar o governo federal a rever a decisão – que, na sua opinião, discrimina Alagoas.

“Pernambuco pode tudo e Alagoas não pode nada? O que é isso? O Ibama está agindo com dois pesos e duas medidas”, denunciou, numa referência a liberação de licença, via convênio com órgão estadual, para a construção de estaleiro naquele estado.

Caldas quer agora, como medida imediata, uma reação da bancada federal de Alagoas no Congresso Nacional, de deputados estaduais, prefeitos e vereadores. “Vamos fazer pressão. Vamos convocar o Ibama para explicar no  Congresso porque Alagoas está sendo discriminada”, adianta.

Resta saber até onde o barulho, agora, depois que o Ibama negou a licença, vai fazer efeito.

 

 

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. FRED

    ESSA TURMA DO PT NÃO PERDOA OS ALAGOANOS, E VEM COM ESSA NOTICIA, POIS VEJAM QUEM SÃO ESSES SENHORES QUE DECIDIRAM, VEJA SE NÃO SÃO DO PT, OU PARTIDOZINHO MATREIRO, ESSA GENTE DO PT QUE SEMPRE DEFENDIA A ÉTICA NA POLITICA AOGRA SE JUNTA E SE IGUALA AO RESTO DOS NOSSOS POLITICOS COMPROMETIDO COM O PIOR MELHOR.

Comments are closed.