Lessa: união de Renan, Collor e Almeida é lição democrática
   2 de julho de 2012   │     0:45  │  9

Políticos que estiveram em campos opostos estão agora no mesmo palanque.  Antigos aliados viraram adversários. Até aí nenhuma novidade. As alianças fazem parte da estratégia, do jogo de poder e mudam “como as nuvens”.

Quer exemplos? Lula e Maluf hoje.  FHC, Tancredo, Sarney, Itamar, Brizola, Ulysses. Até mesmo os grandes líderes da história recente do Brasil souberam ceder e no momento certo fizeram alianças com antigos adversários.

Nesse jogo é preciso muita habilidade. E limites. Quem faz alianças a qualquer preço pode ser taxado de oportunista e pagar caro.

Aqui em Alagoas a história muda a cada eleição em função do desempenho de prefeitos e governador. Quem honra compromissos e administra bem, mantém antigos aliados e conquista novos. Mas essa não e uma receita de bolo, nem regra matemática.

Assim, muitos estranham ver no mesmo palanque em Maceió nomes como os de Renan, Ronaldo, Almeida e Collor. É natural, afinal eles já foram adversários em várias campanhas.

Confesso que também estranhei a composição, que inclui partidos tão diversos ideologicamente. O que une essas legendas e seus líderes?

Ouvi um trecho do discurso de Ronaldo Lessa. Ele que enfrentou Collor em várias eleições, ganhando e perdendo… Quantas farpas trocaram? Quantas acusações de lado a lado? E agora, juntos!

“Eu enfrentei o Collor em tantas eleições, em tantos momentos e precisava pedir o apoio dele no segundo turno de 2010. E nós marcamos uma conversa. E antes que dissesse qualquer coisa, ele me ofereceu apoio, sem pedir nada, sem impor nenhuma condição. Foi um gesto democrático e também de superação”.

E a aliança com Almeida? Para Lessa foi também gesto democrático, um gesto de grandeza de Cícero. E Renan? “Vou dizer uma coisa, esse cara tem ajudado muito Alagoas em Brasília e a gente não tem como não estar com ele. Sei que muitas pessoas podem até não gostar do Renan, mas ninguém pode deixar de reconhecer o que ele faz pelo nosso estado”.

Mas o que une Collor, Renan, Cícero e doze partidos em torno de sua candidatura? No seu discurso Lessa foi direto ao ponto: “precisamos derrotar o governo que está aí (numa referência a Téo Vilela) e manter Maceió no caminho certo”.

O que vai se ver nesta eleição será um novo embate das forças que se enfrentaram em 2010. A formação original era Téo, Biu e Almeida contra Ronaldo e Renan e, depois, Collor.  Na nova formação, será Rui, Téo e Biu contra Ronaldo, Renan, Collor e Almeida.

Os grupos que se enfrentam agora têm muito poder de fogo. Este será um confronto com muitas batalhas em campo aberto, mas também nos bastidores, onde vale quase tudo. Quem souber mexer melhor as peças no “tabuleiro de xadrez” ganha a eleição.

COMENTÁRIOS
9

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Eleitou do Rui

    Voto em Rui pelo ser humano que é espero que faça uma boa administração a frente da nossa prefeitura independente quem o apoie.
    Agora votar no tal de chapão com essa gange Ronaldo vc era um bom politico mais apartir do momento que vc ficou liso que passou a depender dessa corja, acabou sua assenção politica sem contar com os quases 16 processos contra os cofres do Estado de Alagoas. Ainda tem o Desembargador no seu calo kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. quem não é rato

    DONA CRIS ELLEN, QUEM NÃO É LADRÃO, CORRUPTO OU ALGO MAIS? A SENHORA DEVE SER “CORRELIGIONÁRIA” DE UM CORRUPTO DESSE, SE TEM O SEU, DEIXE OS DEMAIS ELEITORES APOIAREM OS SEUS CANDITADOS, A SENHORA DEVE TORCER PELO BIQUETE RUI PALMEIRA OU , EM CASO CONTRÁRIO PELO JEFERSON MORAIS, O DEPUTADO DOS “MISERÁVEIS, BANDIDOS M[, ASSALTANTES E CRIMINOSOS, VIVA SUA DEMOCRACIA E DEIXE OS DEMAIS VIVEREM AS SUAS.

  3. ary Jose da Silva

    Voce está como formador de opinião e portanto o que escreve tem repercussão. Agora, afirmar que é uma lição democrática esta união de politicos acusados em diversos processos de corrupção que os meios divulgaram de forma ampla é um deserviço a população. A Capital não merece ser administrada por estas figuras. O prefeito atual todos sabemos tem um enriquecimento duvidoso, se não ganhou na Loteria e nem herdou uma herança.

    1. Edivaldo Júnior Post author

      Prezado Ary, o blog é democrática e aberto a todas as opiniões, incluindo a sua. Não considero um desserviço informar.
      Ao contrário. Agradeço suas observações.

  4. Cris Elis

    Fala sério Lessinha do xilique, lição democrática o k! é sim uma verdadeira formação de quadrilha, o povinho burro esse nosso!

  5. estamos fritos, vejamos:

    Lessa: o passado sujo com pessoas sujas querem voltar ; Rui ( olha o sobrenome dele e quem om apoia (TéoGAUTAMA e Biu mutreta); Jeferson com o bobinho que aprontou uma das suas quando vendeu um posto na PB; Galba e Rosina são fracassos; Os outro querem só uma chance pra roubar.

  6. MELHOR É LESSA

    MELHOR ESCOLHA A DO RONALDO COMO CANDIDATO Á PREFEITURA DE MACEIÓ. SAIREI DE CASA TRANQUILO PARA AJUDÁ-LO A SER ELEITO.ELE É MELHOR QUE OS OUTROS. NO JEFERSON, NÃO VOTO NEM PRESO; NO RUI, TAMBÉM NÃO POR SER DO TIME DO DESGOVERNADOR; NA ROSINHA, UMA FLOR MURCHA, TAMBÉM. OS OUTROS NÃO TERÁO VOTOS SEQUER PARA SE ELEGEREM VEREADOR. NO PRÓXIMO PLEITO TEMOS QUE RESPONDER A ESTE CHEFE DO EXECUTIVO MAIS FRACO QUE ALAGOAS JÁ TEVE.

Comments are closed.