Receita própria de Alagoas cresce 19% em junho e 7% no acumulado do ano
   3 de julho de 2012   │     5:07  │  6

Depois de dois meses seguidos no “vermelho” a arrecadação própria do Estado (ICMS, IPVA, outros impostos e taxas) voltou a crescer em junho. A receita total no mês ficou em 234,13 milhões, uma variação de 19% na comparação com junho de 2011 (R$ 197,10 milhões).

O desempenho ajuda a arrecadação própria do Estado a se recuperar no acumulado do ano. De janeiro a junho, o total arrecadado foi de R$ 1,36 bilhão e é 7% maior do que o volume arrecadado em igual período do ano anterior.

Fiz uma tabela que mostra o comparativo da receita própria, mês a mês, nesse período. Com esse desempenho, o governo consegue um crescimento real (acima da inflação que ficou em menos de 5% em 12 meses, até maio).

Se voltar a registrar crescimento acima da média este mês a receita própria pode se aproximar mais da estimativa do secretário da Fazenda, Maurício Toledo. Ele espera um crescimento de 12% na receita do Estado este ano.

 

Receita própria de Alagoas: ICMS, IPVA e outras taxas em R$

 

2011

2012

%

Janeiro              220.823.185,12                253.401.395,46

15%

Fevereiro              216.807.465,62                224.502.041,42

4%

Março              202.291.266,49                238.410.347,26

18%

Abril              209.720.140,89                191.460.866,49

-9%

Maio              223.948.478,90                219.857.894,73

-2%

Junho              197.102.522,00                234.138.880,58

19%

Total           1.270.693.059,02             1.361.771.425,94

7%

 

COMENTÁRIOS
6

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. anonimo

    Acho q algumas pessoas antes de falar devem estudar um pouco de economia ou outras matérias, vai ser burro assim longe viu…

  2. Paulino

    Eu acredito que esses dados são verídicos. Só nos SuperMercados as receitas em impostos são muitas, são filas intermináveis de gente comprando de Domingo a Domingo. Existe também as grandes Indústrias que já eram antigas e as que se intalaram em Alagoas, que não param de exportar os seus produtos, Ex: SOCOCO, MILI, COCA-COLA,BRASKEM,KRONA,CORINGA,MONTRISA,JARAGUÁ EQUIPAMENTOS,BRANDINI,CAFÉ AFA,PRODUTOS PAJUÇARA,TIO VIEIRA,VALE DOURADO,BONA SORTE, OS HOTÉIS…Emfim, são muitas Indústrias em Alagoas vendendo e comprando, tudo isso é aumento de arrecadação.

  3. Genildo

    Caro Edvaldo Junior,

    Qual é a fonte? de onde são esses dados? Eles não batem com o da secretaria de Planejamento.

Comments are closed.