Cícero Almeida decide como será sua participação nas eleições em Maceió nos próximos dias
   11 de julho de 2012   │     17:01  │  1

“Se você é técnico de um time de futebol e o seu artilheiro, o craque da equipe, pede para sair, você deixa?”. Foi com essa pergunta que o secretário de Comunicação de Maceió, Tony Mello, definiu a situação Cícero Almeida em relação ao PP.

O prefeito, como se sabe, já pediu ao senador Benedito de Lira para sair “numa boa” do PP há mais de dois meses. Até agora recebeu o silêncio como resposta.

Desde então ele tem trabalhado no campo político e no campo jurídico para sair do partido sem que isso implique na possibilidade de perda de mandato por infidelidade partidária. Existem várias alternativas (inclusive deixar tudo como está) e o prefeito decide por uma delas nos próximos dias (esse mês no máximo).

Para onde ele pender…

Até agora a campanha eleitoral ainda não ganhou as ruas em Maceió. Mas o que se comenta nos bastidores hoje (com base em pesquisas) é que existe um certo equilíbrio, com pequena diferença entre os três primeiros candidatos.

Na teoria pelo menos cinco nomes teriam chances de vitória atualmente: Ronaldo, Rui, Jeferson, Galba e Rosinha. O que vai pesar a favor dos candidatos será a estrutura de campanha, os apoios políticos e um bom programa no horário eleitoral.

Nesse cenário, a participação do prefeito na campanha seria decisiva. Além da estrutura do Executivo, Almeida  tem a seu favor a popularidade ainda em alta, principalmente na periferia de Maceió.

Claro que o prefeito já sinalizou para a campanha de Ronaldo-Mosart. Mas como todos sabem a participação efetiva ainda depende dessa e de outras questões. Até que ele suba no palanque, o suspense continua.

No segundo turno a história é outra

Nem todos concordam com essa avaliação. O presidente do PSDB em Maceió, Marco Fireman, está convencido de que a eleição vai para o segundo turno.

“Acredito que pelo menos três candidatos tem chances reais de passar para a segunda etapa, incluindo, é claro, o Rui Palmeira. E chegando ao segundo turno ele será o favorito e deve vencer as eleições”, aponta.

Fireman baseia seus argumentos não só na vontade, mas também na densidade do candidato tucano: “Desde que se elegeu federal há dois anos, Rui vem intensificando seu trabalho em Maceió. Hoje ele é conhecido e tem um trabalho reconhecido pela população”, aponta.

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. BOI ZINHO

    O BOIINHO, CANDIDATO DO FIREMAN VAI SER PREFEITO ONDE,ONDE, ADONDE? DE MACEIÓ NAO SERÁ. NÃO AGUENTAMOS MAIS VER O PSDB MANDANDO POR AQUI. NADA TAMBEM PARA O DEM DESSE VICE=GOVERNADOR QUE SE CANDATASSE PARA VEREADOR,TAMBÉM PERDERIA; NO RÓL DESSES POLITICOS, MELHOR VOTAR O NO RONALDO, NÃO É? LESSA??.

Comments are closed.