Ainda lento, sistema do TSE divulga 144 candidatos a prefeito em 48 cidades de Alagoas
   14 de julho de 2012   │     21:46  │  0

A atualização do DivulgaCand, sistema do TSE com estatísticas das eleições deste ano, continua muito lenta.  Até agora foram divulgados na internet os registros de 144 candidatos a prefeito e 141 a vice, além  de 3.219 a vereador, que disputam as eleições em 48 municípios de Alagoas.

No caso dos candidatos a vereador, até agora a disputa até que não é muito acirrada. Os 3.219 candidatos disputam 499 vagas, o que dá uma média de 6,45 candidatos por cada “cadeira” de vereador. Na média, são três candidatos para cada vaga de prefeito.

Algumas cidades tem um número maior de candidatos a prefeito – caso de Matriz de Camaragibe, com 6 ou de Batalha, com 5 – mas a maioria dos municípios tem 2 ou no máximo três candidatos.

A lista completa pode ser acessada na página do TSE na internet (www.tse.jus.br).

PSDB,PMDB e PP tem maior número de candidatos

O levantamento mostra que os partidos de Téo Vilela, Renan Calheiros e Biu de Lira tem o maior número de candidatos a prefeito até agora.

O PSDB assumiu a liderança e tem 18 candidatos, o PMDB aparece logo a seguir com 17 candidatos e o PP, com 15 candidatos.  PSD, PDT e PTB aparecem, juntos na quarta posição, cada um com 9 candidatos a prefeito. O PPS desponta a seguir, com 8, seguido do PSB e PTdoB (ambos com 7), DEM e PRP (ambos com 5), PSC e PT, com 5 cada um. Os demais partidos tem menos de 5 candidatos.

O TSE não estipulou prazos terminar de atualizar os dados.  Até que isso aconteça não será possível ter um quadro real das candidaturas em Alagoas.

É bom lembrar que o registro é provisório. Os candidatos só terão suas candidaturas confirmadas, efetivamente, após o julgamento, o que deve ocorrer em agosto.

Lista dos candidatos

Preparei uma tabela com os candidatos a prefeito por município, que pode ser acessada no link a seguir:

http://edivaldojunior.blogsdagazetaweb.com/wp-content/uploads/sites/12/2012/07/lista_de_candidatos-11.pdf

Se preferir  faça uma pesquisa na página do TSE  (www.tse.jus.br).