Um dia de fúria ou como pagamos caro pelo improviso da prefeitura de Maceió
   16 de julho de 2012   │     11:43  │  3

Ontem a tarde precisei passar pelo Poço e Jaraguá. Neste domingo os dois bairros sofreram alteração no trânsito, em várias ruas.

O posicionamento de agentes de trânsito da SMTT nas esquinas das ruas que mudaram de sentido no fluxo do trânsito – tentando orientar os motoristas – foi a única campanha que consegui ver.

A falta de avisos e de sinalização pode ser traduzida no comportamento de uma agente de trânsito. No começo da noite, por volta das 18h00, ela confessava que também estava um pouco desorientada.

A agente estava na esquina do Sesc, em frente a rua do Uruguai, que também teve o fluxo invertido. Quem recorria a sua ajuda recebia além de um folheto (pouco compreensível) uma recomendação: “amanhã se precisar passar por aqui, tome antes um suco de maracujá e de preferência saia de casa mais cedo”.

Hoje cedo parti em viajem para Juiz de Fora, MG. Vou participar de uma feira para o setor de laticínios a convite do Sebrae-AL e CPLA. Ao desembarcar no Rio de Janeiro (daqui continuamos o trajeto de ônibus), liguei para uma amiga que trabalha numa empresa justamente naquela área (rua Batista Acioli) para saber como estava o trânsito.

“Um caos. O barulho das buzinas é infernal”, resumiu. “Passei mais de 40 minutos entre da praça Maravilha até aqui (um trecho de menos de 500 metros)”, emendou.

Durante todo o dia de hoje a situação não será diferente. Quem não quiser se ficar irritado, enfurecido, ou toma o suco de maracujá, como recomendou a agente da SMTT ou evita passar pelos bairros do Poço e Jaraguá.

Faltou o que?

A mudança de trânsito no Poço vem sendo preparada há mais de um ano pela prefeitura de Maceió. Apesar disso os moradores da região (e muito menos os motoristas que passam por lá) não foram preparados devidamente para o impacto da mudança.

Nesse caso não faltou apenas um bom trabalho de comunicação. Faltou mais uma vez respeito aos moradores e as pessoas que trabalham no bairro e as pessoas que precisam passar por lá.

COMENTÁRIOS
3

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Falta paciência

    Pra que serve o site e o face da SMTT???? Não deveriam colocar informações sobre a mudança no trânsito para que os motoristas e pedestres pudessem se informar antes de enfrentarem o caos que se formou no Jaraguá e Poço?
    Os funcionários da SMTT são muito incompetentes. A informação TEM QUE VIR ANTES, e não depois das mudanças!!!
    Falta muito profissionalismo para aprenderem a trabalhar melhor!!! Coloquem já um MAPA no site e no facebook da SMTT para que possamos “entender” essa bagunça digo, mudança!!!

  2. FAZEM O QUE QUEREM

    edivaldo, bom dia, ou: amigo, maceió parece e, muito, uma favelinha integrande de uma capitania hereditária. aqui, tudo tem dono. os engenheiros que fazem parte da SMTT, parecem que são os donos do mundo. eles, se acham. fazem o que desejam, errados ou certos. não respeitam a opinião de ninguém; inventam uma alteração na circulação de veículos ao bem prazer. o povo que se lasque. os condutores de veículos que paguem as multas. fazem com que os cofres da prefeitura engordem de qualquer maneira. para os inteligentes engenheiros da SMTT, o povo que se lasque. pena que esse estado de coisa só vá acabar em janeiro do ano que vem. até lá o maceioense continuará sofrendo ao bel prazer do prefeito e de todos os seus “competentes” assessores. um abraço, do Laerson Silva.

  3. Petrúcio Sá

    Faltou uma divulgação antecipada da SMTT, mas também hoje, no primeiro dia útil após mudanças, um caminhão cegonha tentou atravessar a Buarque de Macedo e ficou”entalado” com o nível do esfalto entre os trilhos da linha férrea, o que contribuiu e muito com o caos no trânsito da área.

Comments are closed.