Monthly Archives: julho 2012

Candidatos a prefeito seguem Cícero Almeida e ignoram greve dos ônibus
   30 de julho de 2012   │     16:43  │  2

Alguns candidatos já disseram que vão priorizar ações para melhorar o trânsito de Maceió, cada vez mais caótico.

Mas nenhum dos oito candidatos apresentou até agora nenhuma propostas concreta, especialmente para melhorar os transportes públicos.

Nem mesmo com a greve que tirou todos os ônibus de circulação deixando mais de 300 mil pessoas sem transportes públicos, os candidatos parecem se comover com as dificuldades enfrentadas por trabalhadores, estudantes e cidadãos que não tem carros, motos ou não se arriscam a andar de bicletas.

Somente a assessoria de Galba Novaes, PRB, postou um comentário sobre a greve no facebook.

“Tarde ainda de muito congestionamento em toda cidade! Trânsito é um grave problema que terá total atenção na administração do prefeito Galba. (Assessoria de Imprensa).

Ampliar a área de alcance e a capacidade de lotação do VLT. Proposta do candidato Galba Prefeito 10 para superarmos a crise no transporte!”.

O candidato do DEM, Jeferson Morais, se limitou a responder pelo twitter ao questionamento de uma “seguidora”: “Oi @LaiseMoreira, bom dia! lamento o impasse entre empresa, sindicato/funcionários”. E só.

Os candidatos a prefeito perdem – sejam eles a favor ou contra a atual administração – uma boa oportunidade de se posicionar sobre um dos principais problemas do maceioense.

Prefeitura ignora greve de ônibus em Maceió e o trabalhador se vira como pode
     │     16:09  │  3

Seria cômico, não fosse trágico. Maceió acordou hoje sem ônibus numa greve de advertência marcada ás pressas, após decisão de anulação, pela Justiça, do aumento da passagem de R$ 2,10 para R$ 2,30.

Tudo bem que a Justiça agiu em “defesa” do cidadão.  Mas naturalmente que ninguém, nem a justiça nem a prefeitura, que são conta o aumento, se preocupou com os trabalhadores, estudantes e cidadãos e Maceió que amanheceram hoje, sem transportes.

É claro que os rodoviários e os donos das empresas de transportes demonstraram completo desrespeito com o maceioense.

A greve pode até não ter sido combinada entre patrões e empregados, mas parece agradar aos dois lados da mesma moeda.

Até porque a greve contra o patrão seria rodar com os ônibus deixando a catraca livre. O prejuízo seria muito maior para a empresa de transporte,

Deixar mais de 300 mil pessoas sem transportes públicos pode ser uma maneira eficaz de força a Justiça e a prefeitura da dar o aumento da passagem. Até porque a suspensão do reajuste foi  o estopim dessa greve (após a decisão da  Justiça as empresas disseram que não teriam mais como dar o reajuste prometido).

Quem conseguiu carona deu sorte. Mas a maioria dos trabalhadores teve que pagar cerca de R$ 8 num táxi lotação para chegar ao trabalho. Quem precisou pegar transporte do Tabuleiro para o Centro teve de desembolsar até R$ 15.

Resta saber se prefeitura, Justiça, rodoviários e empresas de transportes estão preocupados com os prejuízos e os problemas enfrentados pelo cidadão de Maceió.

Tô nem aí

Vasculhei os sites em busca de uma posição, de alguma medida, do prefeito Cícero Almeida ou pelo menos de um dos seus secretários. Não encontrei nada. Notícia da greve por enquanto só com a repercussão da posição dos rodoviários o drama enfrentado pela população.

A prefeitura que é a dona das concessões e a responsável pelos serviços públicos fez ouvido de mercador. Até parece que não tem nada a ver com o problema.

E, o que é pior: nesta segunda foi apenas uma “greve de advertência”. A partir de amanhã os rodoviários farão greve por tempo indeterminado. E pelo que vimos hoje, eles não terão dificuldades em retirar 100% dos ônibus de circulação.

O sindicato das empresas se limitou, até agora, pelo menos, a emitir uma nota sobre a greve.
A seguir, reproduzo um trecho do documento:

http://edivaldojunior.blogsdagazetaweb.com/wp-content/uploads/sites/12/2012/07/Nota-do-SINTURB.pdf

 

Mais 19% dos candidatos em Alagoas são considerados aptos pelo TSE
     │     3:12  │  0

Na atualização deste domingo (15h25) o sistema do TSE com estatísticas das eleições – o DivulgaCand – não trouxe grandes novidades para os eleitores de Alagoas.

O quadro permaneceu sem grandes alterações.  Em Maceió sete dos oito candidatos a prefeito de Maceió tiveram seus registros deferidos – Nadja Baía, Rosinha da Adefal,  Jeferson Morais , Alexandre Fleming, Rui Palmeira, Galba Novais e Sérgio Cabral estão aptos para disputar as eleições. O único candidato com registro ainda pendente é Ronaldo Lessa, PDT.

Em todo o Estado o número de candidatos com registro deferido – ou seja, estão aptos a participar das eleições – voltou a crescer.  Agora 1.475 candidatos ou 19,36% do total estão registrados. Destes, 69 são candidatos a prefeito, 69 a vice-prefeito e 1.337 a vereador.

Alagoas tem agora, segundo o TSE, 7.616 candidatos a prefeito (304), vice (304) e vereador (7.008).

O número de candidatos considerados inaptos subiu para 83, sendo 1 cancelado, 57 por renúncia, 24 indeferidos e um por não conhecimento do pedido. O prazo para o deferimento vai até 5 de agosto.

Mais uma vez atualizei tabelas para facilitar sua consulta. Você também pode fazer sua pesquisa na página do TSE  (http://www.tse.jus.br/eleicoes/estatisticas/estatisticas-eleicoes-2012)

A lista completa de candidatos a prefeito, vice e vereador considerados inaptos você pode acessar no link a seguir:

http://edivaldojunior.blogsdagazetaweb.com/wp-content/uploads/sites/12/2012/07/lista-inaptos4.pdf

A lista dos candidatos a prefeito e a vice considerados aptos está no link a seguir:

http://edivaldojunior.blogsdagazetaweb.com/wp-content/uploads/sites/12/2012/07/lista-aptos-prefeito3.pdf

A lista dos candidatos a vereador aptos está no link a seguir:

http://edivaldojunior.blogsdagazetaweb.com/wp-content/uploads/sites/12/2012/07/lista-aptos-vereador3.pdf

Sete dos oito candidatos a prefeito de Maceió são considerados aptos pelo TSE
   29 de julho de 2012   │     2:48  │  12

A última atualização do sistema do TSE com estatísticas das eleições – o DivulgaCand – veio com uma novidade para os eleitores da capital.

Sete dos oito candidatos a prefeito de Maceió tiveram seus registros deferidos – Nadja Baía, Rosinha da Adefal,  Jeferson Morais , Alexandre Fleming, Rui Palmeira, Galba Novais e Sérgio Cabral estão aptos para disputar as eleições.

O único registro que ainda está pendente é o do candidato do PDT, Ronaldo Lessa. O advogado de sua coligação, Marcelo Brabo, no entanto está tranquilo. Ele acredita que a candidatura será considerada apta, apesar de notícia de inelegibilidade do MCCE.

“Nada impede a candidatura de Ronaldo Lessa”, assegura.

Mais de 18% dos candidatos já tiveram o registro deferido pelo TSE em Alagoas

O número de candidatos com registro deferido – ou seja, estão aptos a participar das eleições – voltou a crescer na última atualização (28/07 às 21h28).  Agora 1.418 candidatos ou 18,62% do total estão registrados. Destes, 67 são candidatos a prefeito, 67 a vice-prefeito e 1.284 a vereador.

Alagoas tem agora, segundo o TSE, 7.614 candidatos a prefeito (304), vice (304) e vereador (7.006).

O número de candidatos considerados inaptos subiu para 83, sendo 1 cancelado, 57 por renúncia, 24 indeferidos e um por não conhecimento do pedido. O prazo para o deferimento vai até 5 de agosto.

Mais uma vez atualizei tabelas para facilitar sua consulta. Você também pode fazer sua pesquisa na página do TSE  (http://www.tse.jus.br/eleicoes/estatisticas/estatisticas-eleicoes-2012)

A lista completa de candidatos a prefeito, vice e vereador considerados inaptos você pode acessar no link a seguir:

http://edivaldojunior.blogsdagazetaweb.com/wp-content/uploads/sites/12/2012/07/lista-inaptos3.pdf

A lista dos candidatos a prefeito e a vice considerados aptos está no link a seguir:

http://edivaldojunior.blogsdagazetaweb.com/wp-content/uploads/sites/12/2012/07/lista-aptos-prefeito2.pdf

Fico devendo, por hoje, a lista dos candidatos a vereador considerados apto.

Téo entra na campanha em Arapiraca e joga prestígio para alavancar candidatura de Rogério
   28 de julho de 2012   │     18:37  │  0

Téo Vilela mostrou hoje que vai entrar de corpo, alma e máquina do governo nas eleições. E tudo no estilo que marcou suas últimas vitórias em Alagoas: vestido de azul e repetindo o velho – mais eficiente – discurso do bem contra o mal.

Hoje pela manhã o governador liderou caminhada seguida de comício em Arapiraca num ato em que ele foi (ainda) o ator principal e os candidatos coadjuvantes. Foi a primeira vez, desde as convenções, que Vilela participou de um ato eleitoral.

Rogério Teófilo, o candidato tucano, ainda amarga o terceiro lugar e último lugar, com 12% nas pesquisas eleitorais. Ele enfrenta Célia Rocha que tem 55% ( no último levantamento feito pelo Gape).

E 55% é a mesma aprovação de ótimo/bom que Téo Vilela tem em Arapiraca segundo pesquisa feita pelo governo. “O índice de aprovação na cidade chega a 78% se somarmos ótimo/bom/regular” aponta o secretário de Comunicação, Rui França.

Téo Vilela – como ele gosta de repetir – tem uma forte relação com Arapiraca. E agora, após seu rompimento com Luciano Barbosa parece jogar todas as fichas para fazer o futuro prefeito da cidade.

Com a escolha de Teófilo, ele tenta evitar o erro que cometeu em Maceió em 2008 ao escolher  uma técnica competente – mas política inexperiente – para disputar as eleições contra Cícero Almeida, então no auge de sua popularidade.

Nestas eleições, além de bater Célia Rocha, dona de grande popularidade, Téo  enfrenta o prefeito Luciano Barbosa, reeleito (2008) com 91% dos votos e hoje como mais de 80% de aprovação.

De olho no futuro

Porque Téo vai á briga em Arapiraca? Nesse caso fica  claro que está em disputa o poder político estadual. A capital do agreste é uma cidade estratégica para 2014. Quem quiser ser senador ou governador vai precisar do apoio dos arapiraquenses.

Não é por acaso que Vilela deu a arrancada na campanha de Rogério Teófilo ao lado de Biu de Lira (há quem diga que ele será candidato a sua sucessão) e de vários secretários de Estado.

O governador e o governo vão jogar peso em Arapiraca, direcionando suas atenções para a cidade. Até porque nesse momento  Téo Vilela considera que a campanha de Rui Palmeira em Maceió vai muito bem e não precisa, por enquanto do “reforço” de sua participação.

Prontos para o confronto

A foto da participação de Téo Vilela na caminha e o texto que vi hoje no site Alagoas em Tempo mostra que Teófilo vai sim para o confronto. E que ninguém se engane, com o  peso do governo e a força eleitoral de Téo Vilela e Biu de Lira pode até não ter chances de vitória, mas vai incomodar.

O discurso está na ponta da língua: “Rogério é o mais preparado, o melhor, para dar continuidade ao trabalho que vem sendo realizado na cidade, para Arapiraca continuar crescendo. Ele é o melhor para garantir projetos  e recursos federais e estaduais para o município”, diz Rui França, o marqueteiro – ainda que através de consultoria – de Teófilo.