Sub judíce: Petrúcio Barbosa mantém candidatura e embola sucessão em Palmeira dos Índios
   9 de agosto de 2012   │     21:08  │  1

Candidato a prefeito de Palmeira dos Índios, Petrúcio Barbosa, PTB, teve, como já se esperava, o registro indeferido no dia 31 de julho.

Hoje o juiz da 10ª Zona Eleitoral – em Palmeira dos Índios – Sandro Augusto Nunes rejeitou embargo apresentando pelo advogado do candidato, Fábio Ferrário, que recorre até o próximo sábado da decisão no TRE.

“Não tenho dúvidas de que Petrúcio Barbosa terá o registro deferido. Não é suficiente a mera integração da lista do TCU. Tem que se observar se o ato é doloso ou de má fé. No caso dele, como já ficou demonstrado, ele não prestou contas porque não recebeu  para recurso, tendo recebido, sim, o veiculo, que até hoje serve o município de Igaci, onde ele foi prefeito”, explica

O fato é – anote – que Petrúcio e Fábio estão dispostos a recorrer a instâncias superiores para fazer valer essa tese. Ou seja, é possível que Barbosa fique “sangrando” até o dia da eleição. Esse desgaste pode reduzir aos poucos a popularidade do candidato que seria o líder na preferência dos eleitores, segundo pesquisa divulgada ainda em junho, antes das convenções.

James e Patrícia polarizam campanha

Com a indefinição em torno de Petrúcio, a candidata do PT em Palmeira dos Índios espera herdar a grande maioria dos seus eleitores. “Quem vota no candidato do PTB está insatisfeito com a atual gestão e é natural que migre para nossa candidata que já assumiu o discurso de enfrentamento contra James”, diz um dos assessores da candidata.

A situação de Petrúcio Barbosa pode beneficiar James Ribeiro ( que concorre a reeleição pelo PSDB) num primeiro momento, como esperam seus aliados. O maior problema para o atual prefeito seria – como está pintando – uma polarização com outro candidato de oposição.

 

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Luciano

    Nao e verdade o que diz o advogado Fabio Ferrario. Consta no acordao 3035/2009 do TCU – Tribunal de Contas da Uniao. A Prefeitura de Igaci recebeu o recurso atraves do cheque 903.576, do Banco do Brasil, inclusive com atesto de recebimento da Prefeitura por meio de rubrica muito similar do recorrente (Petrucio Barbosa). Resta claro que Petrucio Barbosa recebeu R$15.000,00 para aquisiçao de veiculo, ou seja, com destinaçao especifica.
    O CRLV(documento do carro) apresentado por Petrucio Barbosa, refere-se a um carro da Fundaçao de Saude e S Social de Alagoas. Mais uma fraude. Tentou enganar o TCU. PETRUCIO E INELEGIVEL.
    CONSULTE ATRAVES DO SITE TCU, ESTA LA!!!!!!

Comments are closed.