Alves, o “derrubado” grava na TV, estranha câmeras e resiste a “assédio político”
   30 de agosto de 2012   │     18:06  │  0

Com larga experiência em programas de Rádio – líder de audiência há varias anos em Arapiraca – Alves Correia, “suou” ao gravar para câmeras de TV, na Pajuçara, agora à tarde em Maceió.

“Estranhei muito aquelas luzes todas e as câmeras e mais o Ricardo Mota fazendo perguntas. No rádio é só o microfone”, relata.

O “derrubado” e candidato a prefeito pelo PTdoB em Arapiraca e na única pesquisa feita até agora na cidade, pelo Gazetweb, ele aparece em segundo, entre Célia Rocha PTB e Rogério Teófilo PSDB. “Continuo em segundo lugar”, avisa.

Correia também continua sofrendo “pressão” para desistir da disputa. “A proposta para que eu assuma a vaga na Assembleia (ele é primeiro suplente) vem sendo renovada com insistência. Mas eu não confio. Assumo agora e um dia depois da eleição perco a vaga”, afirma.

E como anda a campanha em Arapiraca? O “derrubado” diz que está fazendo sua parte, trabalhando para conseguir o máximo de votos. E quanto aos outros candidatos, ele avalia que o clima não é dos melhores: “o Rogério fez uma música brega chamando a Célia de ingrata. Eles parecem que vão brigar feio”, diz.

No seu melhor estilo, o “derrubado” vai manter a campanha até o fim resistindo, até 7 de outubro, as tentações e “assédios” políticos dos dois lados.