Qual a cidade que mais cresce em Alagoas? Se você respondeu Arapiraca…
   4 de setembro de 2012   │     19:01  │  9

 Fiz a mesma pergunta a várias pessoas nos últimos dias: qual a cidade de Alagoas que mais cresce? Todas me deram a mesma resposta, ainda que em tom de incerteza: “Arapiraca?”. Não!

Com 218,4 mil habitantes a “capital do agreste” é a segunda maior cidade do Estado. É também, segundo vários estudos, um importante centro do comércio,  indústria e serviços.  Mas não é a cidade que mais cresce em Alagoas. Ao menos em população.

Em números absolutos o maior crescimento fica com folga para Maceió. A população da capital aumenta em média 10,3 mil pessoas a cada ano, enquanto a de Arapiraca cresce em média 2 mil habitantes por ano, segundo estimativas do IBGE divulgadas na última semana.

Arapiraca também não é a cidade que mais cresce proporcionalmente. Em comparação com o Censo de 1970, quando tinha 94.287 habitantes, a população do município cresceu 131% para 218.140 habitantes em julho de 2012, de acordo com o IBGE.

Na comparação com o censo de 2000, quando tinha 186.466 habitantes, o crescimento nos últimos 12 anos é de 17%.

Acabo de fazer um levantamento, cidade por cidade e descobri – até para minha surpresa – que o maior crescimento de população, proporcionalmente, foi o de Campo Alegre.

A cidade encravada na zona canavieira, às margens da rodovia AL 220 registra, segundo o IBGE, um aumento populacional de 653% nos últimos 42 anos. No Censo de 1970 o município tinha 6.950 habitantes. Dez anos depois, a população era de 17.581 pessoas, saltando para 41.028 em 2000 e para 52.237 habitantes em 2012.

O crescimento de Campo Alegre, nos últimos 12 anos, na comparação dom 2000 é de 28%. Em números absolutos o crescimento é de mais de 900 pessoas por ano. Nesse ritmo, o município que já é o nono maior do Estado deve ultrapassar, em poucos anos, cidades maiores como Coruripe, São Miguel dos Campos e Penedo, que crescem num ritmo mais lento.

É claro que em números absolutos o maior crescimento é o de Maceió (10,3 mil habitantes ano), seguido de Arapiraca (2 mil habitantes) e Campo Alegre.

A seguir você confere na tabela quais os maiores municípios de Alagoas, em população, segundo o IBGE

 

ESTIMATIVAS DA POPULAÇÃO RESIDENTE NOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS COM DATA DE REFERÊNCIA EM 1º DE JULHO DE 2012

UF

NOME DO MUNICÍPIO

POPULAÇÃO ESTIMADA

1

AL

Maceió

953.393

2

AL

Arapiraca

218.140

3

AL

Palmeira dos Índios

70.738

4

AL

Rio Largo

68.952

5

AL

União dos Palmares

62.923

6

AL

Penedo

60.890

7

AL

São Miguel dos Campos

56.319

8

AL

Coruripe

53.224

9

AL

Campo Alegre

52.327

10

AL

Delmiro Gouveia

48.876

11

AL

Marechal Deodoro

47.504

12

AL

Santana do Ipanema

45.453

13

AL

Atalaia

44.892

14

AL

Teotônio Vilela

41.797

15

AL

Girau do Ponciano

37.858

16

AL

Pilar

33.623

17

AL

São Luís do Quitunde

32.846

18

AL

São Sebastião

32.446

19

AL

São José da Tapera

30.549

20

AL

Maragogi

29.794

COMENTÁRIOS
9

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. marconi silva

    Quando si fala em crescimento,não é crescimento de uma população ,de uma cidade,de um estado,qui o povo exatamente quer saber,.
    gente crescimento pra me é não faltar emprego numa cidade,ter boas escolas,bons hospitais e principalmente,segurança para o povo,é ter uma vida humana para viver,..crescimento é isso…

  2. osmar simâo brito

    Olhaa maceió é lindo demais mas o causo é a falta de policia no estado, os turistas e os propios habitantes sofrem com essa onda de violência no estado principalmente em cidades turisticas , em tão é vergonha para o estado os turistas vem passar ferias , e é assaltados,estrupados,mortos até por que o governo não se preculpa se acontecesse oque acontece com muitas familias ae ele ia se tocar, e por que alagoas é bonita mas ao mesmo tenpo fica orrivel com essa violência o TEOTONIO pra que tantas promessas?????????????

  3. antonio carlos calcanho

    mãe celestial passou mensagem fiquem atento se apegue em oração neste final de ano pois só assim estarão a salvo

  4. div@o

    Terrinha querida, Arapiraca. Que continue assim, com seu crescimento de 2 mil hab/ano. Se for para passar a 10 mil e virar o caos que enfrento e vejo diariamente em Maceio, prefiro a primeira estatística in loco.

  5. Marcus Vinícius C. Cabadas

    Esse duplo sentido da reportagem é tolo. A pergunta é feita em tom otimista e a resposta é dúbia. Quando se fala no crescimento de uma cidade ou de um país sem a especificação do tipo de crescimento, é subentendido que se está falando em crescimento econômico. De uma maneira genérica o crescimento econômico reflete parâmetros sociais e políticos que o crescimento populacional não engloba. Quem lê a chamada do Blog claramente imagina que se está falando em crescimento econômico ou qualidade de vida, etc…
    Na situação de Maceió, no que se refere à segurança pública, crescimento populacional não deve ser comemorado. Caso a sua matéria não tenha esse contexto, desconsidere o meu comentário. É apenas um sinal de que sua introdução foi muito mal escrita.

    1. Edivaldo Júnior Post author

      Respeito sua opinião e de todos os leitores. Só evito publicar comentários quando eles trazem ofensas pessoais. Mesmo assim discordo de sua opinião quanto ao conceito de crescimento de uma cidade. Normalmente o termo é utilizado para se referir ao aumento de população. Para tratar de questões como aumento do PIB ou evolução de alguns indicadores sociais, normalmente a imprensa é específica sobre a questão. No mais, obrigado pelas observações.

    2. miguel

      Marcus Vinícius C. Cabadas, vc falou tudo cara, eu entrei aki pensando q era sobre economia mas era sobre populaçao, era sobre a capital q tem a quinta maior populaçao do nordeste (em termo d capital)

  6. Alex

    Mas não deveriamos olharmos como positivo esse crescimento não, pois, a medida que cresce a população cresce a miseria, o desemprego, a violência, gravidez na adolecencia e etc. Portanto, é necessário políticas públicas que diminua esse crescimento e esses males que caracterizam nosso estado.

Comments are closed.