Em Maceió voto tem preço: R$ 50 para vereador e R$ 100 o voto “casado”
   6 de setembro de 2012   │     18:35  │  11

O dinheiro finalmente começou a aparecer na campanha de Maceió. Se não é ainda o dinheiro ao vivo e a cores, pelo menos a promessa de compra e venda de votos já está sendo realizada na capital quase abertamente.

Gosto de conversar com “as pessoas do povo” para ter notícias do que acontece na periferia da cidade. Há um mês atrás minha sondagem sobre o preço do voto nestas eleições em Maceió não teve muitos resultados.

Mas no começo dessa semana um amigo que atua na área de comunicação me ligou: “soube que no Village estão fazendo cadastro e pagando R$ 70 pelo voto de prefeito”. Voltei a falar com meus “cotatos”.

Uma auxiliar de escritório que mora no Santa Lúcia revelou que lá o voto está sendo vendido (ou comprado) a R$ 50 para vereador: “se for voto casado é R$ 100”. O casamento, claro, é com o candidato a prefeito.

No Jacintinho o pai de uma conhecida conseguiu preencher duas listas – cada uma com  30 nomes. “O voto está saindo por R$ 50”, me disse, para em seguida reclamar: “caiu de preço. Na eleição passada meu pai fez o cadastro para um deputado que pagou R$ 70 pelo voto”.

Na região do Vergel e Virgem dos Pobres, me conta outra conhecida, o movimento ainda está fraco. Somente ontem é que ela, ao retornar uma ligação não atendida do dia anterior, é que ficou sabendo que os cadastros começaram a ser feitos: “minha amiga disse que eu perdi R$ 50 porque não atendi o telefone”.

Também nessa região tem políticos tradicionais que tentam conquistar o voto, me explica essa conhecida, “dando cachaça e fazendo festa”.

Nesse negócio tem os candidatos e seus intermediários. Não consegui descobrir quanto é a comissão paga as pessoas encarregadas de fazer as listas, recolhendo número dos títulos de amigos e parentes. “Meu pai tira o dele, só não sei quanto é”, conta a “amiga” do Jacintinho.

No Benedito Bentes conta um motorista que mora lá, não é muito diferente. Mas ele dá um conselho: “pobre tem que deixar de ajudar rico a ficar mais rico”. O que será que ele quer dizer?

Claro que tudo isso pode ser apenas “fantasia”. Mas cá pra nós, quando a gente houve o Zé Muniz convidar o Beira-mar para ser candidato em Maceió dá para entender o porquê.

E quanto ao interior…bem essa é outra história. Depois eu conto.

COMENTÁRIOS
11

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Carlos

    Que polícia federal vergonhosa! Que TRE fraco!
    Tudo acontece, eleições após eleições e esses órgãos pouco ou nada fazem!
    Absurdo!

  2. oposição

    QUE VERGONHA ESSA NOTÍCIA!DEVIAM PEGAR O DINHEIRO E NÃO VOTAR,PORQUE DEPOIS OS CANDIDATOS QUEREM TIRAR QUANDO ESTIVEREM NO PODER.
    E AQUELE COMERCIAL DO TRE DIZENDO QUE NESTE ANO SÓ VOTAREMOS EM CANDIDATO FICHA LIMPA.QUE PAÍS ELES ESTÃO FALANDO?POIS,NO BRASIL É QUE NÃO É!

  3. FERREIRA

    PORQUE VC MEU CARO, NAO TEM, FONTE AQUI EM BEBEDOURO, AQUI JA TAO PAGANDO, A LISTA TA NAS MAOS, CANDIDATOS DE FORA ESTAO COMPRANDO COM FORÇA, ME ADICIONA DO FACE BOOK QUE EU DIGO…QUERO VER NEGO PRESO KKKKKKKK.
    TEM LISTA DE IRMÃ DE POLITICO CONHECIDO, TEM LISTA DE PAI DE POLITICA, TEM LISTA FILHO DE POLITICO QUE JA MORREU ETC…….TODOS PAGANDO

  4. Neto

    As cortes que são obrigadas a fiscalizar os candidatos são ingênuas para não chamá-las de hipócritas. Digo isso pq os candidatos eleitos, geralmente gastam muito mais do que deveriam receber de salários durante os seus mandatos. Por que será? Numa sociedade com os piores indicativos sociais, é claro que a venda de voto vai continuar, fato corriqueiro desde que o Brasil virou república, mais ainda no nordeste e pior em Alagoas. O caos social é a consequencia das escolhas da maioria da sociedade. Então não podem reclamar. Quem não concorda, vá embora dessa terra, pq não acredito que tenha solução, pois é cultural. Já fiz isso há anos.

  5. KÁSSIA MELO

    AQUI EM MATA GRANDE É MAIS CARO UM POUQUINHO;A MÃE DO PREFEITO ESTÁ COMPRANDO ASSIM; 100,00 PARA O PREFEITO E 100,00 PARA O VEREADOR QUE TAMBÉM É SEU FILHO. E HAJA 100,00,

  6. Val

    Não é só em Maceió. Em Rio Largo, tem pessoas encarregadas de fazerem cadastro para os candidatos, a R$ 50,00 e 100,00 respectivamente. Que vergonha!

    1. Tonho do Biu

      GILBERTO GONÇALVEZ – Aquele da gravação ” Eu quero meu dinheiro”…. tá fazendo fila a céu aberto em Rio Largo. Tá comprando voto não!, tá comprando é a cabeça como quem compra gado. Essa semana o cabeção esteve no conjunto onde mora um parente meu o Tavares Granja, mandou o pessoal fazer fila distribuiu as “onçinhas” e ainda mandou um monte de moradores pegar suas trouxas e invadir as casas da enchente. Só não vê que não quer!

  7. Julio

    E no interior como não deve tá? A situação por 2 municípios que conheço gente de lá está escancarada, e dos dois lados dos candidatos a prefeito, quem pagar mais leva…

    Se o povo pegasse o dinheiro e não votasse ainda ia, mas o pior é que o povo vota com medo de “descobrirem”… Eita desgraça!

  8. MUITO BARATO

    VOTAR EM UM CARA DESSE POR CEM PAUS, BARATO DEMAIS. O MEU VOTO VALE A PARTIR DE 500 PAUS, PARA CANDIDATO DA CLASSE MÉDIA. PARA OS RICÕES, EXEMPLO DESSE RUI PALMEIRA, SÓ LEVA O MEU, POR MIL REAIS. NÃO TENHO OBRIGAÇÃO DE VOTAR DE GRAÇA PARA ELEGER PESSOAS QUE DESEJAM MELHORAR DE VIDA AS CUSTAS DOS OTÁRIO.

Comments are closed.