Cordeiro volta do “além” para pedir votos em Palmeira dos Índios
   14 de setembro de 2012   │     20:49  │  0

Albérico Cordeiro fez história na política recente de Alagoas como jornalista, deputado federal e prefeito de Palmeira dos Índios. Em 2010 ele pretendia disputar uma vaga na Assembleia Legislativa, mas morreu num acidente de carro.

Voz grave, de forte entonação, Cordeiro imprimiu, quando vivo, algumas marcas na política do Estado e, em especial, na terceira maior cidade do Estado.

Agora, Cordeiro pode entrar na história por fazer campanha eleitoral mesmo depois de morto. Nesta sexta-feira ele voltou a fazer campanha através de carros de som e no guia eleitoral do rádio em Palmeira dos Índios.

“Aqui Cordeiro, nem os desacertos do passado, nem a violência do passado. 14 agora é 13”, diz o áudio que na verdade foi resgatado de uma gravação feita por ele,  em 2008, quando era o prefeito de Palmeira dos Índios.

A “voz do além” foi resgatada pelos marqueteiros da candidata do PT a prefeitura da cidade, Patrícia Sampaio, como “vacina” para tentar frear o favoritismo de Petrúcio Barbosa, do PTB.

A decisão do TRE-Alagoas, esta semana, de deferir o registro do candidato do PTB, deu novo embalo à candidatura de Petrúcio Barbosa que deve levar a eleição na cidade, mesmo com a oposição James Ribeiro, PSDB, dividida.

A avaliação dos aliados do atual prefeito, que concorre à reeleição, é que James Ribeiro tem chances de ganhar contra Petrúcio, no voto: “estamos revertendo o quadro. James está crescendo e deve ganhar, como aconteceu em 2008”, diz um dos candidatos a vereador da coligação de Ribeiro.