Apartheid eleitoral: eleitores mais velhos sãos excluídos das eleições em Alagoas
   7 de outubro de 2012   │     4:50  │  0

As estatísticas do TSE revelam uma nova e perigosa forma de discriminação em Alagoas: o expurgo dos eleitores mais velhos por conta da biometria.

De acordo com o TSE, 1.863.029 alagoanos estão aptos a votar neste domingo nos 102 municípios do Estado. É o menor número das três últimas eleições, ficando inferior em -5,1% a 2008 (1.976.836) e – 8,4 na comparação com 2010 (2.034.326).

Proporcionalmente a redução entre o eleitores mais velhos chega a ser até 14 vezes maior. A maior perda entre todas as faixas eleitorais recaiu sobre os eleitores com mais de 79 anos, que diminuiu em 75%.

Nas eleições de 2008 o Estado tinha 30.902 eleitores com mais de 79 anos ou mais. Já em 2010 esse número subiu 36.126 eleitores. Nas eleições deste ano – embora a população de idosos tenha aumentado – esse número caiu vertiginosamente para apenas 9.066 eleitores, uma redução de 70,7% em comparação com 2008 e de 75% em relação as eleições de 2010.

Proporcionalmente a segunda maior queda ficou na faixa de eleitores de 70 a 79 anos. Eram 71.079 inscrito em 2008 e 77.475 em 2010. Esse ano esse número caiu para 50.412 eleitores, uma redução de -34,9%       e -29,1%, respectivamente.

A mão que afaga é a mesma que apedreja

Na prática essa redução maior entre os eleitores mais velhos se explica porque a legislação

brasileira só torna obrigatório o voto para quem tem entre 18 e 70 anos. Nas outras faixas eleitorais, as maiores quedas ficaram entre 21 e 24 anos (-17,5%), 25 e 38 anos (-10,9%) e entre 35 e 44 anos (-4,4%), isso quando comparamos os dados em relação a 2010.

Os números por si só revelam apenas a redução na participação das pessoas com mais de 70 anos. Mas é possível imaginar algumas razões – além da decepção e da frustração com a política.

Imagino que o tumultuado processo de recadastramento, com suas longas filas, a falta de informação etc etc etc tenha sido um dos motivos.

Por outro lado existe sim o “medo” das novas tecnologias. Afinal, “o que é essa tal de biometria”, podem perguntar os mais velhos?

Já em dificuldades para lidar com urnas eletrônicas, o eleitor mais velho deve ter achado demais ter que fazer um novo recadastramento eleitoral, esperar horas ou até dias na fila para que? Para votar em candidatos que nem se preocupam com eles?

É a Justiça Eleitoral, a mesma que incentiva todos a votar, criando dificuldades (ou pelo menos deixando de levar em consideração as dificuldades) dos mais velhos.

Triste de um País que para avançar deixa de lado, esquecidos, aqueles que ajudaram a construir sua história e a erguer tudo que ele é hoje!

Quadro mostra a evolução do eleitorado em Algoas, segundo dados do TSE

Veja as tabelas

Como costumo fazer, atualizei tabelas para facilitar sua consulta. Você também pode fazer sua pesquisa na página do TSE  (http://www.tse.jus.br/eleicoes/estatisticas/estatisticas-eleicoes-2012)

A tabela que preparei com a evolução do eleitorado de Alagoas você pode ver no link a seguir:

http://edivaldojunior.blogsdagazetaweb.com/wp-content/uploads/sites/12/2012/10/eleitores-alagoas-20121.pdf