Rogério Teófilo desiste de assumir Secretaria para coordenar oposição em Arapiraca
   12 de outubro de 2012   │     18:00  │  2

A acirrada disputa com Célia Rocha, em Arapiraca, parece ter dado novo ânimo a Rogério Teófilo. Mesmo tendo perdido, ele considera que o resultado foi favorável ao grupo de oposição.

“O Luciano era considerado imbatível. Abertas as urnas a candidata dele teve 46 mil votos. Os outros 65 mil votantes, considerando brancos e nulos, disseram não a seu grupo e sua administração. A pequena diferença da Célia para mim, de apenas 6 mil voto, mostra que existe hoje um sentimento diferente na cidade”, diz.

É de olho nesses votos que Teófilo considera que não são do Luciano que ele desistiu de reassumir a Secretaria de Articulação Política do Estado. “Vou ficar aqui, ao lado do Ricardo Barreto (seu vice, nas últimas eleições) e coordenar o grupo de oposição. Vamos manter esse grupo unido”, avisa.

Nessa quinta-feira Teófilo e Barreto promoveram uma reunião com todos os candidatos a vereador, incluindo os eleitos, e deixaram o encontro decididos a manter a oposição unida em Arapiraca.

“A situação hoje é diferente. Nós conseguimos apresentar uma boa proposta e mostramos que a atual gestão tem muitas falhas, muitos erros. Vamos continuar esse trabalho. Quem vai ganhar com isso é Arapiraca”, aponta.

Barreto, que foi candidato a vice de Teófilo, tomou gosto pela política. Vai continuar à frente do seu grupo, formado por várias empresas, mas pretende continuar na política: “vou atuar nas duas frentes”.

À coluna Teófilo revelou que não volta para a Secretaria de Articulação Política. “Vou ficar aqui, em Arapiraca, fazendo oposição. Mostramos que existe muita insatisfação em relação a atual gestão e nós vamos levar a frente esse trabalho”.

Um palanque para Téo Vilela

Com a eleição de Rui Palmeira definida em Maceió, o governador jogou todas as suas fichas em Arapiraca. A pequena diferença dá uma sensação de vitória para o grupo tucano. O objetivo, de formar um palanque para 2014, parece ter sido alcançado.

No maior colégios eleitoral de Alagoas a eleição majoritária e proporcional de 2014 pouco depende do prefeito, seja ele quem for. Mas em Arapiraca, segundo maior cidade do Estado, é diferente. Lá o peso de Luciano Barbosa e Célia Rocha tem grande influência sobre os eleitores. Tanto que Renan Calheiros, com 75 mil votos e Célia com 63 mil votos foram os mais votados na cidade em 2010.

O próprio Téo Vilela ganhou no segundo turno em Arapiraca com a ajuda de Célia. É um palanque importante para quem quiser ser candidato a qualquer cargo, ainda mais se for majoritário.

Mas até lá, além de trabalhar para manter o grupo unido em torno de Rogério – o que não será fácil – o governador terá que levar em conta a avaliação de Célia Rocha. Ele já passou pela prefeitura e deixou o cargo gozando de grande popularidade.

Outra pedra no calcanhar de Téo Vilela é Luciano Barbosa. Ele deixa a prefeitura, apesar do tom duro e dos ataques que sofreu na campanha, com mais de 80% de popularidade.

Anote: será um embate duro.

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. flavi araujo lisboa

    ROGÉRIO TEM QUE IR TRABALHAR COMO PROFESSOR DA UNEAL,DE ONDE ELE RECEBE SALARIO DO ESTADO TODO MÊS.E O RICARDO VA TOMAR DE CONTA DAS EMPRESAS-PERGUNTE A ALGUM FUNCIONÁRIO SE VOTOU NELE.

  2. SANDRA

    Esse Rogério Teófilo tem mais é que procurar seu lugar de perdedor e cantar em outra freguesia…ACORDA ROGÉRIO VC PERDEU…E ESSE RICARDO BARRETO QUEM ELE É PRA QUERER SER PREFEITO EM ARAPIRACA?

Comments are closed.