Alexandre Toledo mantém projeto de filiação ao PSB e deve assumir mandato em Brasília
   23 de outubro de 2012   │     19:30  │  0

Secretário de Saúde, ex-prefeito de Penedo, Alexandre Toledo teve mais de 67 mil votos em 2010, mas não conseguiu se eleger como deputado federal. A votação, no entanto, garantiu a primeira suplência na Câmara.

A vaga, será aberta, nas próximas semanas, pelo prefeito eleito de Maceió, Rui Palmeira, deixando para Toledo uma importante decisão: ficar no comando de uma das mais importantes secretarias do Estado – a de Saúde – ou ir para Brasília?

Essa decisão ele toma nos próximos dias. Mas, anote, tudo indica que assumirá mesmo o mandato, a partir de janeiro. “É uma conversa que ainda vou ter com o governador”, pondera. “Gosto muito do trabalho que estamos fazendo na Saúde, é um trabalho desafiador, embora reconheça que existam muitas limitações em função da falta de recursos”, emenda. E continua: “ mas não fui eleito para ser secretário, por isso, essa decisão deve ser bem pensada”.

Ou seja, nas “entrelinhas” Toledo traça seu destino.

Outra decisão já acertada é a ida para o PSB. “O projeto está mantido. Estamos apenas vendo as questões legais e, se for viável, vou me filiar como foi planejado”.

É claro que a ida para outro partido – mesmo com a legenda integrando a mesma coligação e fazendo parte da base do governo – precisa ser cercado de todos os cuidados, para não implicar na perda de mandato. E é isso que Alexandre está fazendo agora.

Quanto a 2014 Toledo argumenta que ainda “está longe”. Isso é verdade. Mas também é fato que ele já começou a trabalhar para viabilizar um projeto político. Anote: vai trabalhar a reeleição de federal de olho numa vaga na majoritária.