Conab já liberou mais de R$ 18 milhões para fornecedores de cana de Alagoas
   3 de novembro de 2012   │     17:23  │  0

A Conab já liberou mais da metade dos recursos previstos para pagamento da subvenção aos fornecedores de cana-de-açúcar de Alagoas. O dinheiro é uma compensação liberada pelo governo federal por conta da diferença de custos de produção em relação ao Centro-sul.

A medida atende pequenos produtores de cana do Nordeste e do Rio de Janeiro, estado onde a produtividade é menor e os custos de produção da cana-de-açúcar são maiores. A compensação financeira é da ordem de R$ 5 por tonelada de cana no limite máximo de 10 mil toneladas por produtor.

Em todo o Nordeste serão atendidos mais de 22 mil produtores com recursos estimados em R$ 60 milhões. A subvenção ajuda a manter a atividade canavieira, gera empregos e protege principalmente os agricultores familiares.

Recebi release da assessoria do senador Renan Calheiros – um dos principais responsáveis pelo pagamento da subvenção – sobre o tema, que reproduzo a seguir.

Conab já processou pagamento de R$ 18,7 mi de subvenção da cana

O senador Renan Calheiros enalteceu esta tarde a agilidade que o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), através da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), vem imprimindo no processo de pagamento da subvenção da cana-de-açúcar a 7,4 mil fornecedores alagoanos. Até agora, segundo o senador, foram processadas mais de 5,2 mil liberações, totalizando um desembolso de R$ 18.727.689,14.

“A informações que recebemos do ministro Mendes Ribeiro (Mapa) e do superintendente da Conab em Alagoas, Elizeu Rêgo, é de que até o final de novembro a subvenção de todos os fornecedores independentes do Estado, referente à safra 2010/2011, será enviada ao banco pra pagamento, no total de aproximadamente R$ 32 milhões”, comemorou o líder do PMDB.

Renan enalteceu também a participação das entidades de classe, em especial à Associação dos Plantadores de Cana de Alagoas (Asplana), presidida por Loureço Lopes, para que o processo de pagamento fosse agilizado, a partir do recadastramento feito com todos os fornecedores, que facilitou o trabalho da Conab para esta etapa final da liberação dos recursos.

Milho

O senador foi informado ainda pelo superintendente da Conab que o Mapa liberou mais um lote de 6.870.185 quilos de milho para garantir o estoque do produto vendido a preço subsidiado como complemento alimentar do rebanho animal neste período de seca. O milho está sendo distribuído com as unidades da Conab em Maceió (3.370.186), Palmeira dos Índios (1.750.000) e Santana do Ipanema (1.750.000).

Desde que começou a operação de emergência da seca, a Conab em Alagoas já vendeu 2.817.273 quilos de milho a 1.443 criadores de bovino – principalmente da Bacia Leiteira –, aves, caprinos, ovinos e suínos. Com a liberação desse lote, segundo o superintendente Elizeu Rego, o abastecimento vem se regularizando e está praticamente normalizado em todo o Estado.