Vereador cobra agilidade nas ações contra a seca. Seca? Que seca?
   6 de dezembro de 2012   │     21:48  │  0

Meu xará e conterrâneo de Delmiro Gouveia, Edvaldo Nascimento, mandou um texto  cobrando “agilidade” nas ações contra a seca no Nordeste, que seria uma das piores dos últimos 40 anos.

Seca? Mas que seca, vereador? A seca que assola nosso estado  que você conhece bem  porque vive num dos municípios onde menos chove em Alagoas ainda não foi suficiente para sensibilizar nem governo federal, nem governo do estado, nem mesmo prefeitos ou deputados dos municípios sertanejos.

“Quem vê a propaganda do governo federal na TV acha que está tudo bem” me disse essa semana um produtor de leite Major Isodoro. Ele até hoje não recebeu o bagaço de cana prometido pelo governo, nem o milho que deveria ser vendido pela Conab por preço subsidiado.

“Milho até tem, mas ninguém consegue comprar. Essa semana o gerente da Conab em Palmeira dos Índios quase era linchado pelos produtores revoltados porque vão lá todo dia e não conseguem levar o milho”, me contou.

E os empréstimos com juros subsidados? A burocracia, alega o produtor, é tamanha que as vacas morrem de fome e o dinheiro não sai.

Bom, mas pelo menos a água está chegando? “Está chegando igual a político depois das eleições. O produtor que não quiser ver o animal morrendo de fome tem que se virar. A água que chega mal dá pro consumo humano e do jeito que vai, se não chover vamos todos morrer de sede aqui”, desabafa.

O fato é, me perdoem a sinceridade, que a seca por enquanto incomoda apenas o sertanejo pobre. E pronto! As medidas de governo, seja Dilma ou Téo, não passam de retórica. Verdadeiras esmolas, que empurram com a barriga o sofrimento. Os animais que morrem à míngua, sofrendo, produtores rurais se endividando com agiotas, cidades empobrecendo. Nada disso sensibilidade quem vive  nos gabinetes de Maceió e Brasília, bem longe do problema.

O apelo do vereador

Reproduzo, a seguir, o texto que recebi do vereador Edvaldo Nascimento, do PCdoB, de Delmiro Gouveia:

Vereador Edvaldo cobra agilidade nas ações de combate à seca

A seca no Nordeste é uma das piores dos últimos 40 anos. Em Alagoas não é diferente – são milhares de pessoas que sofrem com a falta de água, que atinge ainda o gado e as plantações. O quadro, uma cena comum no sertão brasileiro, chamou a atenção do vereador por Delmiro Gouveia, Edvaldo Nascimento (PCdoB), que cobra ações efetivas das autoridades competentes para melhorar a situação dessas pessoas que convivem com a estiagem. Evaldo ressalta que os recursos e programas destinados a amenizar o sofrimento dessas pessoas têm sido insuficientes. “Vemos os programas de abastecimentos através de carros pipas, por exemplo, que mal dá para atender a metade da demanda de algumas cidades. Então muitas pessoas, mesmo existindo o projeto, ainda continuam sem ter o acesso à água. É preciso que os governos repensem as estratégias para quando chegar a estiagem o sertanejo não fique nesta situação desesperadora”, falou.

 O vereador lembrou que em maio deste ano, 33 municípios do Estado decretaram situação de emergência, inclusive Delmiro Gouveia, que prorrogou o decreto no mês de novembro. Ele ressalta que é necessário não somente o governo agir com urgência, mas também planejar ações a curto e médio prazo. “Sabemos que a estiagem é uma realidade da nossa região e do nosso Estado, então é preciso que os governos Federal e Estadual realizem ações que realmente possam amparar estas pessoas neste período”, frisou Edvaldo.