Com sacrifício de fornecedores, Estado paga 13º “para todos” na quinta
   18 de dezembro de 2012   │     15:34  │  0

Se o lençol é curto não tem jeito. Dá para cobrir a cabeça, mas o pé fica de fora. Para pagar o 13º a todos os servidores do estado – uma folha líquida de R$ 162 milhões – o governo do estado decidiu “atrasar” o pagamento de contratos a fornecedores e prestadores de serviço.

O Natal do funcionalismo está garantindo. O sacrifício (não se sabe quanto o governo está deixando de pagar) para o setor privado será revertido em benefício para a categoria. Todos os servidores (são cerca de 70 mil entre ativos e inativos) receberão o abono natalino nesta quinta, 20, anunciou hoje o governador.

Mais uma vez Téo Vilela usou o Twitter: “Neste dia 20, estaremos pagando integralmente o 13º salário de todo o funcionalismo estadual”.

Antes o governo havia anunciado que pagaria os servidores que ganham até R$ 4 mil  na próxima quinta, o que atenderia cerca 90% dos funcionários. Com o atraso no pagamento dos fornecedores – que segundo o governo ocorre pela primeira vez em seis anos –  todo o funcionalismo receberá no dia 20, data máxima para o pagamento, de acordo com a legislação.

O atraso no pagamento aos fornecedores é justificado pela crise financeira. O único problema – é importante registrar isso aqui – é que as empresas que vendem produtos ou prestam serviços para o Estado também tem salários e 13º para pagar a seus colaboradores. Ou não têm?

O texto da Agência Alagoas sobre o pagamento do 13º pode ser lido no link a seguir:

http://www.agenciaalagoas.al.gov.br/noticias/governo-paga-13o-na-quinta-a-todos-os-servidores