“Sem ilicitudes”: Rui Palmeira promete combate a corrupção no discurso de posse
   1 de janeiro de 2013   │     19:21  │  5

Talvez porque não goste de falar além do necessário, Rui Palmeira se inspirou no maior escritor das Alagoas, Graciliano Ramos. “A palavra não foi feita para enfeitar, brilhar como ouro falso. A palavra foi feita para dizer”.

Do mestre Graça, prefeito de Palmeira dos Índios implacável contra os desmandos, parece que veio outra inspiração:

– E vos afirmo: não vou admitir corrupção na prefeitura de Maceió. Não vou admitir ilicitudes na prefeitura de Maceió.

O anúncio de combate a corrupção, feito há pouco no Centro de Convenções, durante o discurso de posse, no entanto ficou nisso. E só.  O novo prefeito apenas sugere que existe corrupção na prefeitura. Agora a gente saber se existe, onde e como ela será combatida.

Essa será, prefeito, uma tarefa dura. No entanto será mais simples combater a corrupção se o exemplo partir do seu gabinete.

COMENTÁRIOS
5

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Jadson Lemos

    Bia vc deve ser + uma da turma almeidista… Deve ter procurado o Prefeito Rui para se garantir no cargo, e o mesmo deu as costas…eu acho e tomeeeeeee…..kkkkkkkk

  2. Bia

    Filho de corrupto falando em combate a corrupção. Essa é boa. Eu tinha que ler isso hoje. Hahahahahahahahahahahahaha

  3. juan

    É isso aí Rui, procure combater a corrupção, não é tarefa fácil. Maceió precisa de uma administração decente, sem ostentações demais, o trabalho sério é reconhecido pelo povo.

  4. Amigo do Povo

    Esperemos mais uma vez para acreditar que realmente as “coisas” mudarão pra melhor !
    Tudo é possivel, relebrem o RJ de Garotinho e Benedita e vejam como o mesmo está hoje. Não é o paraiso, mas a transformação é visivel. Temos que sair desta lama, de sermos complexados, somos a cidade mais violenta, a de pior nível de ensino, todos os indicadores são contra nós. Como símbolo da incompetência e desgoverno temos dois marcos a escolher : O papódromo (olha elel foi construido com filosofia antivandalismo) e a “feira do passarinho”. Escolham um, tanto faz, ou mesmo os dois e coloquem sua foto em uma camiseta com os dizeres : “Só acredito vendo !” .Quando pessoas de outros estados me conhecem e sabem que sou “ALAGOANO” , dizem : Deve ser difícil viver em um estado assim ne ! um estado sem (não cem) , sem educação, sem saude, sem segurança e acreditem : Um estado do PSDB em que o Governador visita Lula, sendo solidário com sua suposta inicência, ou é humilhação demais ou o cara está trocando de partido. Realmente estamos de ponta cabeça. Vamos ver se novas lideranças podem transformar o Estado, pois as atuais são vergonhosamente incompetentes. E continuo com meus votos de que a Elite sucro-alcooleira de AL , se danem e que a industria do turismo floreça.

  5. Valdemir

    Para acreditar, aposto uma mega sena de virada de ano.
    Se a Prefeitura de Maceió não tem um órgão de Controle Interno com um corpo funcional treinado, oxigenado e comprometido. Se a grande maioria dos servidores são historicamente viciados – não gostam de trabalhar. Se os cargos comissionados são, na sua grande maioria, preenchidos por indicações políticas. E a Câmara de Veredores?
    Combater a corrupção numa estrutura administrativamente fragilizada: não acredito. Não esperamos que venham propagandas institucionais astuciosas e enganosas, mostrando para a sociedade uma realidade fictícia, uma realidade que existe apenas na cabeça daqueles que comandam.

Comments are closed.