AMA antecipa eleição: Dantas e Beltrão negociam chapa de consenso
   14 de janeiro de 2013   │     22:14  │  2

Os dois candidatos mais fortes a presidência da associação decidiram conversar e é provável que cheguem a um acordo para formar chapa única. Os prefeitos Marcelo Beltrão (Jequiá da Praia), do PMDB, e Jorge Dantas (Pão de Açúcar), do PSDB, se reuniram hoje para avaliar a situação da AMA e voltam a se encontrar nesta terça ou, no máximo, na quarta-feira.

O objetivo – avisam Dantas e Beltrão – é unir todos os prefeitos em torno de um só projeto. A pressa em definir uma chapa única, que poderá ser encabeçada por qualquer um dos dois é porque na reunião da AMA  desta segunda-feira os prefeitos decidiram antecipar a eleição para presidente e vice da Associação para a próxima segunda-feira.

A antecipação foi feita porque na última segunda de janeiro (prazo regimental da eleição) será realizada uma de reunião prefeitos de todo o Brasil com a presidente Dilma Rousseff. Inicialmente, a votação seria na primeira semana de fevereiro, mas os prefeitos preferiram antecipar.

A hora é de unir

Para Marcelo Beltrão melhor do que uma boa disputa, nesse momento, é o consenso: “a AMA está muito fragilizada nesse momento. O melhor é fortalecer a associação para que ela possa ajudar as prefeituras, especialmente aos prefeitos de primeiro mandato que encontraram os municípios numa situação de caos financeiro e administrativo”, defende.

Jorge Dantas também defende o consenso. Ele também acha que a AMA não aguenta briga. Agora só falta definir quem será o cabeça de chapa. Se fecharem um acordo é provável q seja amarrado compromisso para quatro anos. Para os próximos dois anos, Dantas sairia com apoio de Marcelo, que depois seria apoiado por Dantas. Ou vice-versa.

A informação sobre o adiamento da eleição você confere no link a seguir:

http://www.ama.al.org.br/2013/01/eleicao-da-ama-e-antecipada-para-dia-21/

 

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Amigo do Povo

    O Governador vai dar um tiro no próprio pé ? Talvez, uma vez que tambem é um dos donos da SOCÔCO, uma mão lava a outra. Talvez seja a hora de nada fazer nem para um lado nem para outro e se concentrar em sair deste circulo vicioso. Não acredito que esta elite açucarada vá largar o poder tão facilmente e tão impunemente. Caso a Gazeta de Alagoas fosse açucarada já estariamos chorando de pena destes senhores milionários. o cheiro da cana vai mesmo ao teatro deodoro, com sua programação medíocre e falso elitista, acredite se quiser. Veremos a médio prazo o aparecimento de uma florescente industria de Gás e Óleo aqui no Nordeste e ao andar da carruagem, com Liras e Jatobás da vida, muito provavelmente o caminho das mesmas seja SE. Alias Estado com números interessantes de IDH e sociais, embora com atrativos turísticos pobres quando comparado ao nosso. Devemos sempre comemorar , como faz o eminente blogueiro, a vida de novas índústrias, mas colocar a fábrica da bauducco como se fosse um trunfo, sei não. A pergunta é : Aonde AL quer estar a médio prazo (10 a 20 anos) ? em que ranking de Eduação, IDH, saúde, segurança ? Atualmente so se faz é administrar o passivo da industria sucro-alcooleira. Agora a mior das sacanagens foi trocar o nome da rua do SOL, estamos tão alienados que isto aconteceu sem reação. Que voltem o nome da rua do sol, uma tradição cantada, outro dia ouvi a música que dela fala e a mesma foi muito festejada na Feira de São Cristovão no RJ, alias lá todo mundo tem orgulho de ser nordestino, acredito mais do que nós aqui !

  2. jose antonio dos santos

    Até que São Pedro deu uma ajuda ontem a noite, mas o canteiro da Av. Álvaro Calheiros em Mangabeiras está cheio de lixo.Na verdade a população ainda não identificou ações que esteja marcando a nova administração Rui Palmeira, A reportagem exibida ontem no AL/TV sobre o trânsito revela uma ausência grave da SMTT, as questões de transição deveriam já ter sido superadas, houve tempo para isso. Uma sugestão: Porque não em tôdas as ruas ou avenidas os trechos com 3 (três) vias de sentido único 1 (uma) deveria ser exclusiva para o transporte coletivo.

Comments are closed.