Governo não cumpre promessa de entregar bagaço de cana a produtores de leite
   18 de janeiro de 2013   │     21:51  │  7

A promessa do governo do Estado era entregar 6 mil toneladas de bagaço de cana aos produtores de leite do sertão. Foi feita em julho do ano passado. O custo disso? R$ 300 mil.

Sem palma, sem pastagens, o bagaço seria a única alternativa para mais de 3mil pequenos produtores alimentar as vacas, por conta da estiagem. O bagaço começou a ser distribuído no ano passado mas a entrega foi suspensa em agosto, sob desculpa de que as usinas estavam sem o produto por conta da entressafra.

A safra de cana-de-açúcar começou em setembro e já está acabando e até agora o governo não conseguiu cumprir a promessa. Das 6 mil toneladas prometidas, só foram entregues até agora 1,8 mil toneladas. Pior: a unida usina que estava entregando o produto suspendeu as entregas por falta de pagamento.

Para não deixar os animais morrer de fome, os produtores estão se virando como pode. Quem tem condições paga R$ 100 por uma tonelada de bagaço na usina. Por conta da distância, o produto chega no sertão acima de R$ 200 por tonelada.

Outra dificuldade que os produtores enfrentam é a falta de água. O sistema de abastecimento com carros pipa atende apenas algumas comunidades. Por conta disso a produção de leite no estado já caiu mais de 40%. E se não chover vai cair mais.

“O governo está fazendo muitas promessas mas não está cumprindo. A situação é de desespero”, aponta o líder de uma associação de produtores do sertão.

Ações contra a seca?

Ontem Téo Vilela e Thomaz Nonô foram ao sertão ver de perto ações contra a seca. O investimento do governo, com recursos próprios, até agora, passados mais de sete meses da reunião que o governador fez em São José da Tapera com prefeitos, em junho do ano passado, não passou de R$ 2 milhões – apenas um espirro se considerarmos o que o governo vem investindo em projetos em outras áreas.

O que o governador viu foram apenas ações paliativas.  É o caso das motobombas colocadas na beira do rio, para ajudar a encher caminhões pipa e da limpeza de barreiros.  Parou por aí. Nada que resolva, nem de longe, a situação dos produtores rurais da região, que continuam enfrentando dificuldades crescentes.

COMENTÁRIOS
7

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. jose antonio dos santos

    Gravíssimo este comentário da sra(srta) Luana é preciso investigar, até agora a população não percebeu nenhuma AÇÃO EFETIVA DO NOVO PREFEITO DA CAPITAL. e NÃO VENHAM DIZER QUE É POR FALTA DE TEMPO, FOI ELEITO EM OUTUBRO/2012.

  2. andre Lima

    Essa conversa que o governo do estado estar liberando bagaço de cana é conversa para boi dormir,nunca se mentiu tanto em alagoas.

  3. Luana

    Prezado , como leitor dos seu blog, sugiro que faça uma pesquisa apurada sobre os motivos pelos quais a SMF , desde que o nosso NOVO assumiu não publica nada na parte dedicada ao PORTAL DA TRANSPARÊNCIA. Sabemos que estão fazendo uma farra nos emergenciais, que é a melhor coisa para atender ao interesse pessoal, e nós , ficamos aqui sem ter acesso às informações sobre como estão gastando o dinheiro público. Basta que você dê uma olhada e confira! Outra coisa , veja o DOM e acompanhe as nomeações, estão repletas de símbolos altíssimos ( quanto maior o simbolo, maior o salário ) além disso, muitos ocupantes de cargos foram nomeados vinculados ao gabinete do prefeito para ter maior salário, no entanto, a função real que despenha nada tem haver com o cargo designado : isso é um absurdo! não citarei nomes, mas vá nas secretarias e peça o nome do coordenador , sua função , e veja o Diário o que encontra.Ainda tem mais irregularidades, o nepotismo está correndo a olhos nus: veja o secretario de saúde, nomeia a sogra para secretaria executiva dele….isso sem falar outras aberrações que estão para qualquer um ver e denunciar. Bom, é isto, o que esperar , que a população não se iluda com prefeito visitando limpeza nas ruas para mascarar as irregularidades embaixo do tapete.

  4. S.A. DE LIMA

    DE BAGAÇO NEM SEMPRE VIVE O POVO GUERREIRO SERTANEJO,VEJA QUE ATÉ UM PRODUTO QUE JOGAM NO LIXO TORNA-SE DIFÍCIL DE SER ENTREGUE AO GADO PARA SUB-ALIMENTAÇÃO.ENQUANTO ISSO, O CANAL DO SERTÃO, AQUELA OBRA FARAONICA DENUNCIADA ATRAVÉS DO FANTÁTICO NA REDE GLOBO,JÁ GASTOU CERCA DE 6 BILHÕES DE REAIS,TUDO ROUBO E CORRUPÇÃO PARA SE FAZER UM CANAL QUE HOJE CONSTA 65 KM CONSTRUÍDO DESDE 1987,SÃO EXATAMENTE 25 ANOS DE ROUBALHEIRA E AO LONGO DO TRECHO PRONTO ESTÁ UMA BOA PARTE COM RACHADURA E CRATERAS ABERTAS EM SEU LEITO,AINDA FALTAM PARA ATINGIR OS 25 KM, NADA MAIS QUE 285 KM, E AGORA QUANDO E QUAL GOVERNO E QUAL TCU VAI INVESTIGAR E CONSTRUIR ESSA GRANDE PARTE QUE ESTÁ FALTANDO.

  5. jose antonio dos santos

    Será que depois de tantos escândalos o LOG da Secretaria de Planejamento está envolvido nesta perda da CERVEJARIA HENIKEN para o estado de Pernambuco?. Os meios de comunicação deveria investigar o caso.Fonte de informações: COCA-COLA, que por motivos óbvios vai justificar outros critérios, afinal esta empresa tem INCENTIVOS FISCAIS em Alagoas.

  6. jose antonio dos santos

    É muito dificil politico cumprir promessa. Os comentários é que o Estado de Alagoas está perdendo, e mais uma vez a instalação de uma CERVEJARIA , a HENIKEN também proprietária no Brasil da marca Kaiser . A nova unidade esá indo para Pernambuco, UM DOS MOTIVOS SERIA O LOBY VERGONHOSO.

Comments are closed.