Taxas da Junta Comercial de Alagoas estão entre as mais caras do Brasil
   22 de fevereiro de 2013   │     8:29  │  5

As taxas cobradas pela Junta Comercial de Alagoas (Juceal) para registro de novas empresas e outros serviços para o setor do comércio estão entre as mais caras do Brasil. É o que revela pesquisa na tabela de preços do órgão em comparação com juntas de outros estados.

Em Alagoas a Juceal cobra R$  81 para fazer o registro de empresário individual (EI). Em São Paulo mesmo serviço sai por R$ 24, uma diferença de 70%. No Rio Grande do Norte, estado que cobra uma das maiores taxas do país, o mesmo serviço sai por R$ 65. No Ceará a Junta Comercial cobra R$ 54 pelo registro da EI.

Enquanto a taxa da Juceal para inscrição de Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (Eireli) sai por R$ 194 registrada, em São Paulo o mesmo serviços  sai por apenas R$ 54.

Aumento

Os preços praticados pela Juceal foram reajustados a partir deste mês. O aumento das taxas cobradas pela Junta para registro de empresas este ano foi de cerca de 8%, superando a inflação do período.

A Junta Comercial realizou, em 2011 (última estatística disponível) 6,7 mil operações, sendo 2,4 mil registros de constituição,  3,6 mil registro de alteração e 650 registro de extinção de empresas, afora serviços de atas e emissão de certificados.

O órgão vai na contramão do governo federal que tenta reduzir custos para as empresas com desoneração de impostos e até com a redução de tarifas de energia.

A atualização de preços foi aprovada pelo Plenário da Juceal. A tabela com o valor atualizado das taxas de serviço pode ser conferida no endereço: www.juceal.al.gov.br/portal/arquivos/tabela_preco.pdf

COMENTÁRIOS
5

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. jose antonio dos santos

    Vejam todos quanta hipocrisia, quanto vai ser a despesa com dinheiro do povo que não foi consultado, UMA SEMANA DE FARRA EM SANTANA DO IPANEMA!. E a população do sertão vivendo sérios problemas devido a consequência da SECA. Acorda Governador!.Governador, tenha dignidade e mande publicar nos meios de comunicação tôdas as despesas com esta transferência durante UMA SEMANA DE TODO STAFF DO PODER EXCECUTIVO DE ALAGOAS!.

  2. jose antonio dos santos

    Quem são essas figuras que representam ESTE PLENÁRIO na Junta Comercial, publique seus nomes, essas referências exponenciais do saber em Alagoas para que a população tenha conhecimento desta cúpula de inteligência.

  3. jose antonio dos santos

    O Deputado Federal PAULÃO ESTÁ CERTISSÍMO, o maior problema de Alagoas é má gestão. Um cambada de incompetentes teimam em em manter-se nos cargos mesmo sabendo de sua própria incapacidade. Um governador devagar, fraco, sem determinação e o estado vivendo em colapso. Todos os serviços do estado é uma vergonha, nada funciona.

  4. jose antonio dos santos

    Uma falta de vergonha, um estado com os piores índices sociais e esses abutres da politica, insensíveis parecem não respeitar a população. Acham pouco a carga tributária e ainda reajustam valores de serviços. Agora, par vai esse dinheiro arrecadado, está sendo gasto de forma decente ou tem corrupção para bancar canalhas!.

  5. lamartine lins

    ALAGOAS
    Ô recanto esquisito! lugar onde prostituta se apaixona ,cafetão mata por amor,bicheiro aposta na banca do vizinho e traficante se vicia!

Comments are closed.