Dívida consolidada de AL com a União sobe para R$ 8,2 bi
   8 de março de 2013   │     10:11  │  0

Durante todo o ano de 2012, como já antecipei aqui, Alagoas pagou R$ 766,7 milhões de serviços da dívida à União. Deste total, R$ 263,4 milhões foram para juros e R$ 503,3 milhões para amortização.

Em média o estado pagou R$ 63,8 milhões por mês pelo serviço da dívida. É mais dinheiro do que se gasta com qualquer investimento ou políticas publicas no Estado.

E mesmo com todos esses pagamentos a dívida consolidada de Alagoas com a União voltou a crescer em 2012, fechando um ano, pela primeira vez na história, acima dos R$ 8 bilhões.

Uma fortuna escoando pelo ralo

Nos últimos 5 anos, segundo dados do Portal da Transparência, Alagoas pagou R$ 3,6 bilhões de serviço da dívida.

Ainda assim o “monstro” só fez crescer. Em 2007 a dívida consolidada era de R$ 6,2 bi. Desde então, pagamos (sim, pagamos, porque todos nós desembolsamos para o estado) R$ 3,6 bi e ainda estamos devendo R$ 8,2 bi.

Em relação a 2011 (R$ 7,83 bi) a dívida consolidada de Alagoas em 2012 cresceu 4%. Em dez anos a dívida cresceu mais de 100% na comparação com 2002 (R$ 4,07 bi). Os números são do Relatório de Gestão Fiscal da Sefaz.

E a dívida vai continuar crescendo.  Com os novos endividamentos, que estão feitos esse ano pelo governo  a dívida do estado fechará 2013, com folga, acima de R$ 9 bilhões.

A continuar assim, futuros governos ficarão sem a menor condição de investimentos em áreas essenciais para o Estado. Vamos trabalhar no futuro para pagar a dívida. A não ser a o governo federal mude, em algum momento, essa história.

evoluão da divida