Governo prometeu, mas não deu aumento do leite para agricultor familiar
   16 de março de 2013   │     17:29  │  2

No dia 13 de dezembro o governador Teotonio Vilela Filho escreveu no Twitter: “A crise financeira é grande, mas a minha solidariedade aos pequenos produtores de leite do Sertão alagoano não poderia faltar.  Autorizei o aumento do preço do litro, de 76 centavos para R$ 1,00, o que beneficiará cerca de 3 mil produtores da bacia leiteira alagoana”.

O aumento seria retroativo a 1º de novembro. Seria. Até agora, os produtores não receberam nenhum centavo do valor prometido.

O preço que vem sendo pago aos produtores é de R$ 0,89 por litro, valor que foi autorizado pelo Grupo Gestor Nacional do Programa de Aquisição de Alimentos Modalidade Especial Leite.

A diferença de 11 centavos anunciada pelo governador seria paga pelo estado, mas não foi por conta do processo que continua perdido na burocracia.

As cooperativa que participam do Programa do Leite avisam que estão sob intensa cobrança dos agricultores familiares que fornecem o leite para o governo.

Matemática

São 80 mil litros de leite por dia, com uma diferença de 11 centavos por litro, o que equivale a um valor de R$ 8,8 mil que deixa de ser repassado diariamente aos produtores. A dívida, no período, passa de R$ 1 milhão.

A Secretaria de Agricultura explica que o valor devido aos produtores será pago de forma retroativa até o final deste mês. O processo, segundo assessores da Seagri, já está na fase final.

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. juan

    Esse governo só se preocupa com as suas usinas e as dos seus amigos! o resto que compõem a agropecuária é só sofrimento e descaso das autoridades.
    Infelizmente, nosso estado está se tornando ou continuando uma geração de políticos medíocres. A Educação, saúde, agricultura, segurança, meio ambiente, infraestrutura… são exemplos de abandono e irresponsabilidades de nosso governante, que transformou o nosso estado num apêndice da cooperativa dos usineiros.

  2. eterno jocão

    este governador vive de enganar aos outros, de promessa nunca cumprida e que nunca foi de ajudar aos pobres, aqueles que ele enganou trocando bodes e carneiros além de cabras por votos, coisa que já dá continuidade com se já estivesse em campanha política. sou egresso do campo, mas nunca deu crédito as promessas desse cidadão. ele deseja que voces sigam a via crucis do leite amargo. votem nel de novo!

Comments are closed.