Renan anuncia novos cortes de gastos no Senado
   20 de março de 2013   │     21:52  │  10

A “tesoura” do senador Renan Calheiros anda mais afiada do que nunca. Depois de anunciarno mês passado, cortes de gastos da ordem de R$ 262 milhões no Senado e de promulgar, junto com a Câmara Federal, a lei que acaba com o 14º e o 15º salários dos deputados e senadores, ele voltou a anunciar ontem novas medidas para reduzir despesas no legislativo.

Desta vez a economia adicional será de R$ 26 milhões, elevando para quase R$ 300 milhões a redução de gastos  em dois anos somente no Senado.

A decisão foi anunciada hoje, após reunião com a mesa diretora do Senado e visa aproximar ainda mais a Casa da sociedade.

“A busca pela austeridade, com eliminação de redundâncias, desperdícios e privilégios, irá promover a reconciliação deste poder com a sociedade, que anseia por um Parlamento mais enxuto, eficiente e absolutamente transparente”, disse Renan.

Sobre o assunto a Agência Senado distribuiu o texto a seguir:

A Mesa do Senado aprovou nesta quarta-feira (20) novas medidas administrativas para garantir uma economia adicional de R$ 26 milhões para a Casa em dois anos. Em fevereiro, o presidente do Senado, Renan Calheiros, já havia anunciado uma série de cortes para viabilizar uma redução de gastos de R$ 262 milhões até 2015.

Renan ressaltou que algumas medidas já implementadas, como o bloqueio de 25% das funções comissionadas, vão gerar uma economia de R$ 13 milhões por ano, valor que superou as expectativas iniciais. Com as novas medidas, a economia total feita pelo Senado passa a ser de R$ 296 milhões no biênio 2013-2014.

O presidente do Senado explicou que as novas medidas incluem cortes em contratos de quatro áreas do Senado: Gráfica, Polícia, Interlegis e Prodasen. Na Gráfica, conforme explicou o presidente, haverá redução de 10% no contrato de mão-de-obra, além da redução de 50% na tiragem de obras do Conselho Editorial.

Na Polícia do Senado, ficou estabelecida a redução de 32% do contrato de vigilância. Também haverá economia de R$ 7 milhões no Interlegis, programa de integração do Poder Legislativo, onde foram canceladas as compras de novos equipamentos para armazenamento de dados e a distribuição de kits de informática para câmaras municipais. No Prodasen, área de tecnologia da informação, foi aprovada a redução em contrato da Central de Atendimento.

– A busca pela austeridade, com eliminação de redundâncias, desperdícios e privilégios, irá promover a reconciliação deste poder com a sociedade, que anseia por um Parlamento mais enxuto, eficiente e absolutamente transparente – disse Renan.

Na reunião, o presidente também determinou a instalação imediata de um painel eletrônico com a atualização diária dos recursos economizados pelo Senado. Renan informou ainda que a Casa deve passar a contribuir com a transferência de recursos não utilizados para apoiar políticas públicas do governo.

COMENTÁRIOS
10

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. palmeirense dm

    Quem acompanha as noticias do dia a dia, sabe que o senado ja tem outra cara, graças ao grande trabalho que o senado Renan Calheiros vem fazendo no congresso,e vai fazer muito mais.

  2. Ronaldo

    São as grandes decisões que faz um grande político e traz o bem para toda sociedade!! Parabéns Senador Renan.

  3. Amigo do Povo

    Acho legal o Senador Renan começar dissociar a imagem dele da do Sr. Sarney A confusão toda reinante e justamente isto, a galera do sul maravilha, associa O Senador a Sarney, eles não são como o bode orelhana que conhece Dr Renan (saudades do Henfil e do Pasquim). O Senador tem uma ótima oportunidade ( se não sair candidato a Governador de AL) de mostrar competência. Cá entre nos o Senador Sarney foi um desastre como Presidente do Senado e da República. Go ahead Senador Renan, o Sr é jovem ainda (nas devidas proporções) e pode dar uma boa resposta aos caluniadores.

    Agora cá entre nos, eu nunca vi sacanearem os pobres agricultores como esta sacaneando este Governo do Tio Teo (nada contra o Tio, ele é gente boa, motoqueiro de primeira easy rider), mas a seus secretários (alguns, viu Seu Seton, o Sr. e competente, rei dos elementos finitos, puqueano) deixam muiiiito a desejar, principalmente o xerife, que transformou AL em dodge city, para poder aparecer (que vergonha) !

  4. Carlos Pisca

    Para quem desconfiava da competência e seriedade de Renan à frente do Senado, esse novo corte de gastos vem para confirmar que, ao presidir a Casa, ele fará de tudo para moralizá-la. E mais importante que o corte em si é que, com essa atitude, ele consegue aproximar o Congresso da sociedade.

  5. Gomes

    Sempre acompanho política e tinha certa antipatia com alguns políticos. Mas me rendo ao trabalho que Renan está realizando no Senado, cortando gastos, unindo o Brasil num pacto federativo, destravando e votando matérias importantes como a dos Royalties, isenção de imposto da cesta básica e orçamento. Parabéns! Continue assim, senador…

  6. Santos

    Quanto mais acaba com privilégios e gastos desnecessários, o Senado proporciona economia para o contribuinte. É preciso que a Câmara dos Deputados também faça a mesma coisa. O Executivo e o Judiciário, igualmente, deveriam se espelhar nas medidas de transparência que estão sendo adotadas pelo senador Renan.

  7. Pietro

    O que Renan está realizando em apenas 50 dias de presidência, não se fez no Senado em 5 anos. Os demais poderes deviam se espelhar no Senado e também cortar gastos.

  8. GRAÇA PEREIRA

    Quanto mais acaba com privilégios e gastos desnecessários, o Senado proporciona economia para o contribuinte. Parabéns senador Renan.

  9. Gilmar Lins

    O Presidente do Senado, teve um ato corajoso, acabando com privilégios e enfrentando o corporativismo; O mais importante é que o dinheiro economizado vão para programas sociais do governo.

  10. Gilmar Lins

    Essa decisão aprofunda a reforma administrativa promovida pelo Presidente do Senado, que teve um ato corajoso, acabando com privilégios e enfrentando o corporativismo; O mais importante é que o dinheiro economizado vai para programas sociais do governo.

Comments are closed.