Quanto vai custar a eleição em Alagoas? R$ 3 mi de estadual e R$ 6 mi de federal
   4 de abril de 2013   │     13:39  │  5

É só um palpite, mas com base em números reais, levantados a partir as eleições municipais de 2012 e proporcionais de 2010.

No ano passado prefeitos que precisaram de  7 mil a 15 mil votos para se eleger em cidades pequenas e médias de Alagoas gastaram de R$ 2 milhões a R$ 4 milhões para ganhar a disputa.

Em não 2014 não será diferente.

Um político experiente fez uma avaliação para o blog de quanto devem custar as eleições parlamentares em Alagoas no próximo ano: “um deputado federal deve gastar pelo menos R$ 6 milhões, se tiver uma boa base,  e um estadual de R$ 2 milhões a R$ 3 milhões para ser se eleger”.

Nomes com maior popularidade como o do ex-governador Ronaldo Lessa não se enquadrariam nesta regra: “tem variáveis como o serviço prestado, a rede de amigos e o reconhecimento da população. Alguns vão gastar mais outros menos”.

Um desses nomes que certamente gastará mais se for para a disputa, acredita minha fonte, será o de João Lyra.

COMENTÁRIOS
5

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. NILSON DELMIRO DOS SANTOS

    Caro colunista,
    Fiquei triste ao perceber que você, na sua avaliação, não permitiu ou não aceitou os meus comentários sobre o assunto em tela. É lamentável, porque as coisas só melhoram quando se ouve os dois lados: o bom e o ruim. Ou você tem medo do patrão ou quer puxar o saco dele (fernando collor), mostrando apenas os comentários bonzinhos. Assim não dá!!!

  2. diogo

    fico pensando, qual o objetivo de gasta tanto dinheiro para se eleger, se juntando os 4 anos de mandato, só recebendo seu subsidio, eles não conseguem nem se quer, recuperar o dinheiro gasto.
    Ninguem acha isso estranho????

    não estar obvio o real interresse por trás dessas candidaturas. acorda TSE.

  3. jose antonio dos santos

    É preciso que as autoridades de planejamento tomem alguma providência e urgente!. Ir para o centro da cidade no horário de 7,30 às 9,00 hs é um verdadeiro caos. Engarrafamento infernal em tôdas as vias de acesso, na Via Expressa o engarrafamento chega do G. Barbosa Serraria até o Posto Jacutinga, na Leste Oeste do Viaduto do Ponto Certo até o Unicompra Cambona, no Viaduto da antiga Rodoviária/Centro. E ninguém vê nenhuma atitude da gestão pública.
    UMA SUGESTÃO: DISCUTIR HORÁRIOS ALTERNATIVOS DE FUNCIONAMENTO DE ATIVIDADES DIVERSAS.
    Uma grande maioria de pessoas conduzem seus veiculos no mesmo horário e com o mesmo destino, aí não tem rua que absorva tanta demanda.

Comments are closed.