Queda de mais de 60% na moagem agrava crise no Grupo JL
   7 de abril de 2013   │     20:22  │  1

O Grupo João Lyra já foi um dos maiores do Brasil e chegou a esmagar, numa mesma safra, mais de 9 milhões de toneladas de cana em suas cinco unidades: três em Alagoas e duas em Minas Gerais.

Em crise financeira, com o processo de liquidação judicial tramitando no TJ Alagoas e com dívidas de quase R$ 2 bi, o grupo tenta se reerguer com as próprias pernas.

Não bastassem todas as dificuldades, que por si só pareciam insuperáveis, um fator inesperado agrava a situação do grupo e ameaça ainda mais sua possibilidade de recuperação: a seca.

A estiagem provocou perdas em todas as usinas de Alagoas, mas teve um efeito muito pior nas terras do grupo, em função da falta de tratos culturais e irrigação.

O resultado, segundo informação de uma pessoa que conhece bem o grupo, por dentro, foi uma drástica quebra de produção. “A moagem na usina Guaxuma ficou em 700 mil toneladas. Na Uruba foi de 900 mil toneladas”, calcula.

Esses números, se forem reais, representam  uma grane perda para todo o grupo. É o equivalente a moagem da Guaxuma, nas suas melhores safras.

A situação, no entanto, tende a se agravar daqui em diante. “O grupo não fez o plantio de áreas significativas e caminha, para a safra 2013/2014 para um moagem abaixo de 3 milhões de toneladas em todas as unidades. “Nessa sagra a moagem não chegou a 4 milhões de toneladas, porque os fornecedores não entregam mais cana ao grupo e porque a cana própria está com produtividade muito baixa”, diz.

E qual a saída para o grupo, hoje: “não existem muitas alternativas. Pelo que sei não existe nenhuma oferta de compra. Alguns grupos até acenam com o arrendamento, mas comprar, não”, resume.

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. fornecedor de cana

    Quem tá sofrendo na pele são os fornecedores de cana e os funcionários do grupo que não tem nada com politica e com a briga desse senhor joão lyra com sua familia, precisamos ugentemente de uma definição por parte da justiça antes que pais de familia comece atirar sua própria vida.

Comments are closed.