Diretório do PT terá eleições diretas em AL: Judson é candidato
   8 de abril de 2013   │     17:43  │  0

O Partido dos Trabalhadores vive um momento novo na política nacional. A partir deste ano as eleições para seus diretórios estaduais e nacional será na base do voto direto. A novidade fortalece, de um lado a democracia interna, e do outro, acende as disputas entre tendências partidárias.

O deputado estadual Judson Cabral, ligado à tendência a mensagem (ligada ao ministro da Justiça, Eduardo Cardozo, e ao governador do Rio G, do Sul Tarso Genro), avisa, desde já que é candidato a presidência do diretório estadual, na eleição que será realizada em novembro deste ano.

O atual presidente do PARTIDO em Alagoas, Joaquim Brito, diz que a decisão de concorrer ou não à reeleição, vai depender de decisão de sua corrente política, a CNB, que é ligada ao ex-presidente Lula e coordenada no estado pelo jornalista Adelmo dos Santos: “ainda é cedo para qualquer decisão. O processo está apenas começando”, diz. “Minha decisão depende da CNB. Serei candidato se essa for a vontade da corrente”, completa

O PT de Alagoas também tem outras correntes (democracia socialista, o trabalho  e articulação de esquerda) entre outras, que podem entrar na disputa.

Dependendo de quem vencer, o  PT pode tomar rumos diferentes em Alagoas. Judson por exemplo, defende chapa própria do partido ao governo – ele topa inclusive ser candidato à vaga de Téo Vilela, embora já esteja construindo uma candidatura para a Câmara Federal.

Na visão de Brito, o partido deve buscar aliança com os outros partidos da base do governo federal: “essa é a orientação nacional do partido e nós vamos segui-la”, aponta.