Ibama endurece e só libera licença do estaleiro de Coruripe, se liberar, em julho
   16 de abril de 2013   │     15:22  │  5

Os representantes do Grupo Synergy, proprietário do projeto do Eisa Alagoas, bem que tentaram convencer o Ibama a liberar já a licença prévia para a instalação do  estaleiro em Coruripe. Mas não teve jeito.

Apesar de ter aprovado preliminarmente a implantação do empreendimento na área 5D, mesmo tendo realizado a audiência pública em Coruripe, em fevereiro deste ano, com resultado foi favorável ao Eisa, o Ibama apegou-se, digamos, a um pequeno detalhe para não liberar a licença prévia.

No parecer técnico 003619/2013, de 6 de março de 2013, o Ibama aprova o Relatório de Impacto ambiental e sinaliza com a licença prévia, mas ressalta que  “faz-se necessário que esclarecimentos adicionais sejam apresentados a este Instituto”.

O texto do parecer você pode acessar neste link http://wp.me/p2Awck-F3.

O argumento do governo de Alagoas e dos empreendedores era simples: com tudo aprovado, eles propuseram deixar para apresentar o estudo complementar no ato de liberação da LI (licença de Implantação).

“A licença prévia é apenas o começo do processo. Depois, o Ibama ainda terá que analisar outros processos, até sair a licença para a construção e operação do empreendimento. O que nós pedíamos foi a liberação da licença prévia, o que permitira avançar o processo, enquanto o estudo complementar era realizado”, explica o secretário da Seplande, Luiz Otávio Gomes.

Mas não teve jeito de convencer a diretora de licenciamento o órgão, Gisela Damm Forattini. “Infelizmente ela se mostrou irredutível e o resultado é que a licença prévia deve demorar mais alguns meses para sair. Se tudo correr bem, esperamos que essa liberação ocorra, finalmente, em julho deste ano”, aponta o secretário.

O prefeito de Coruripe, Joaquim Beltrão, também lamentou a demora do Ibama: “vamos ter que esperar mais. Já fizemos tudo que tinha de ser feito, todas as exigências do Ibama foram cumpridas. Não podemos fazer outra coisa, agora, a não ser esperar mais um pouco”, afirma.

COMENTÁRIOS
5

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. brito

    Esta área é uma área de desova de tartarugas. Não podem deixar que venha e destruam este berçário de muitas espécie marinhas. Onde estão os orgãos ambientais, ong’s, defensores do meio ambiente. A natureza clama por Socorro! Vamos fornecer a nossa AJUDA.

  2. alagoano

    o IBAMA só quer a parte dele, e em DINHEIRO, estamos apenas esperando isso Para liberar, caso contrario nada feito!!!

  3. GP

    Caro Edivaldo,

    Isso foi decidido naquela reunião realizada a 15 dias atrás ou tiveram uma nova reunião?

Comments are closed.