Manipulação? Deputado desmonta reportagem de Veja sobre Murici
   17 de abril de 2013   │     16:09  │  0

Registrei aqui, esta semana,trecho da reportagem do site Brasil247 sobre a reportagem da Revista  Veja que trata Murici como uma cidade atrasada, parada no tempo:  “Agora, os ataques que antes tinham como alvo José Sarney e o Maranhão serão dirigidos à base de Renan; coisas da política”, diz reportagem do site Brasil247. “Pode até ser coincidência, mas, em se tratando de Veja, uma revista que faz mais política do que jornalismo, elas raramente acontecem”.

Será?

Para tirar minhas próprias conclusões li o texto de Veja: “Parada no tempo: Murici, a cidade onde a família do senador Renan Calheiros se reveza no poder, é privilegiada em verbas federais, mas boa parte da população ainda vive na miséria”.  O texto completo você vê neste link. http://edivaldojunior.blogsdagazetaweb.com/wp-content/uploads/sites/12/2013/04/Parada-no-temp1.pdf

Também levantei alguns dados que mostram o contrário: Murici tem um desempenho acima da média de outras cidades de Alagoas, o que reforça a tese do Brasil247 de que a reportagem oi feita sob encomenda para atingir a aliança PT-PMDB.

Ontem o deputado Renan Filho me ligou para comentar o texto e disse que preparou uma carta para responder a reportagem.

Renan Filho foi prefeito de Murici em dois mandatos, durante seis anos e conhece melhor que ninguém a situação do município.

Na carta, Renan Filho, desmonta, literalmente os números apresentados pela revista Veja desta semana, que está em nas Bancas. Leia alguns trechos:

“Em face da matéria divulgada na edição nº 2.317 dessa conceituada revista, sob o título Murici, a terra do clã dos Calheiros”, tenho a fazer, respeitosamente, as seguintes observações.

Nos últimos quinze anos, houve progressos na qualidade de vida da população de Murici. A renda cresceu 48%, a expectativa de vida subiu 26% e a educação 56%. O IDH passou de 0,461 para 0,633: é o 13º do Estado de Alagoas, que tem 102 municípios. O IBGE registra que o Produto Interno Bruto de Murici, entre 2006 e 2010, cresceu 64%. Nesse mesmo período o PIB brasileiro alcançou 59% e o PIB de Alagoas ficou nos 56%. O crescimento do PIB per capita foi de 145% de 2000 a 2009.

O analfabetismo é um grave problema combatido no país inteiro. A população de Murici sofreu com os efeitos predatórios da indústria canavieira e, por isso, a maior parte das pessoas sem alfabetização no município é adulta. Em 2010, o Censo do IBGE confirmou que o percentual de alfabetização de jovens e adolescentes entre 15 e 24 anos era de 90%, ou seja, as gerações mais novas já não passam por esse flagelo.

A carta completa do deputado você confere no link a seguir: http://edivaldojunior.blogsdagazetaweb.com/wp-content/uploads/sites/12/2013/04/carta-renan.pdf