Renan ainda não é candidato, mas fortalece nome para 2014
   9 de maio de 2013   │     20:38  │  1

Habilidoso, inteligente e muito articulado, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) aprendeu a ter paciência, coisa rara na política nacional. Ele espera a hora certa para se posicionar, sempre buscando a melhor estratégia.

A sua demora em se decidir se era ou não candidato a presidência do Senado foi importante para evitar o jogo da oposição e a pressão da grande imprensa.

Ao anunciar a candidatura a apenas uma semana antes da eleição ele consolidou o projeto de voltar a presidência do Senado – um projeto que nunca foi só dele, mas de todo o PMDB.

Estaria, agora, Renan Calheiros fazendo o mesmo em relação a uma possível candidatura ao governo de Alagoas? Sim e não!

Renan nunca disse a ninguém que é candidato ao governo. Mas também não disse que não é. Experiente, ele sabe que o calendário pode trabalhar a seu favor.

A participação em eventos em Alagoas faz parte, é claro, da ocupação de espaços. Mas não é necessariamente campanha ou pré-campanha.

Em política, sabe o senador, não existem espaços vazios.

Desde que foi eleito presidente do Senado, em fevereiro, Renan Calheiros veio alguns vezes em Alagoas. Tem sempre conversado com jornalistas, amigos e com políticos.

Recentemente visitou o sertão e o canal do sertão com o governador Teotonio Vilela Filho, numa programação acompanhada pela imprensa.

Porque, então, a participação do senador no seminário, convocado pela AMA e pela Uveal para acontecer nesta sexta-feira em Santana do Ipanema, está sendo confundida com início de campanha eleitoral?

A mobilização para o evento (anúncios em rádios, notas em jornais e telefonemas dos amigos do senador) é o principal motivo dessa especulação.

Mas quem conhece Renan Calheiros sabe que ele é detalhista, que prima por cada detalhe. A palestra em Santana do Ipanema tem também outros significados.

É, de fato, sua primeira aparição pública, seu primeiro contato num evento deste tipo em Alagoas desde que foi eleito presidente do Senado, um dos mais importantes cargos do país. A data também coincide com a comemoração dos seus primeiros 100 dias na presidência do Congresso Nacional.

Ao mobilizar suas bases, o senador também dá uma demonstração de força para o Brasil, muito importante dadas as resistências que ele enfrentou – e ainda enfrenta em Brasília.

Quanto a candidatura ao governo de Alagoas, por mais provável ou possível – anote aí – ela só será definida (para sim e para não) a partir de abril de 2014, prazo para desincompatibilização do atual governador, quando o jogo ganha nova definição em Alagoas.

Até lá, teremos muita especulação.

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. fred

    O nosso senador é o grande nome para 2014, mais ele tem um compromisso que pode deixa-lo de calças curtas, é a famosa PEC dos policiais tanto civis como militares, é senhor RENAN promessa feita tem que ser cumprida, e esse compromisso o senhor tem com essa categoria. ENTÃO VAMOS CUMPRIR

Comments are closed.