Luiz Otávio sobre licença do estaleiro Eisa: primeiro o Ibama, depois Deus
   16 de maio de 2013   │     18:55  │  3

 A coisa anda tão complicada que o secretário Luiz Otávio Gomes já tem a resposta na ponta da língua ao ser questionado sobre o andamento e as possibilidades de liberação da licença prévia do estaleiro Eisa: “quem sabe é o Ibama, primeiro, e depois, Deus”.

Como assim???

É realmente assim, repete o secretário: “Quem sabe é o Ibama, primeiro, e depois Deus”.

Como para bom entendedor meia palavra basta, procurei informações sobre o outro assunto que me levou a fazer a ligação para o secretário da Seplanade – a desapropriação da nova área onde poderá ser construído (se o Ibama deixar) o Estaleiro Eisa, cujo projeto é o maior das Américas.

Desapropriação da área 5D em Coruripe está em andamento

Um leitor identificado como José da Silva postou o seguinte comentário: “Edivaldo, em relação ao Estaleiro Eisa, não se sabe quem começou a fazer questionários aos proprietários das terras, pois não se identificaram como funcionários do Estado, nem da Prefeitura de Coruripe, além de já demonstrarem mapas e todos os nomes dos proprietários que possuem terras na área demarcada… Queremos mais informações, e vc como jornalista confiável pode nos ajudar. Obrigado”.

Luiz Otávio Gomes desconhece que estejam sendo realizados questionários com proprietários de terras. “Já foi realizado todo o levantamento topográfico e o processo se encontra, agora, no Serveal, que fará a precificação (avaliação do valor) das terras. Somente depois disso é que vamos determinar a publicação do edital de desapropriação”, adianta o secretário.

Outro detalhe, importante: a área anterior do estaleiro, no Pontal de Coruripe, deixou de ser considerada de utilidade pública. “O decreto de utilidade pública da nova área só sairá depois que o Ibama liberar a licença prévia”, avisa Luiz Otávio Gomes.

COMENTÁRIOS
3

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Benigno

    Ao que parece, só depois da definição da eleição estadual (quero dizer: depende de quem vai sentar na cadeira do Palácio República dos Palmares) é que teremos finalmente a solução sobre este assunto.
    Vai ser muito tarde, e quem mais perde com isso é Alagoas e sua classe política!
    Na República das Bananas, a decisão não é técnica, meu caro Edivaldo, mas política!
    A pergunta é: onde estão os mandatários deste Estado que Deus esqueceu?!

  2. Pensador

    O senador Renan Calheiros, presidente do Senado, não faz nada? Ele não disse que iria peitar o ibama?
    Cadê a licença, senador? O senhor não é amigo da Dilma?

  3. PêCê

    EDIVALDO, A VERDADE É QUE JÁ PERDEMOS ESSE ESTALEIRO. NOSSO ESTADO É COMANDADO POR MEIA-DÚZIA DE CORONÉIS, QUE NÃO TÃO NEM AÍ PROS INTERESSES DO POVO, SÓ EM INTERESSES PRÓPRIOS.
    AS INDÚSTRIAS QUE SE INSTALAM EM ALAGOAS, SÃO A DA PISTOLAGEM E A DA CORRUPÇÃO SEM PUNIÇÃO.
    SOMOS O PIOR ESTADO DA FEDERAÇÃO E VAMOS CONTINUAR ASSIM, POR TODA VIDA.
    QUEM PENSAR EM TER DIGNIDADE E CIDADANIA, FUJA DE ALAGOAS, SÓ ASSIM, TERÁ…
    SE O COLLOR É O MANDÃO DO IBAMA E O RENAN LÁ DE BRASÍLIA…
    ELES SENDO CONTRA O TÉO, NUNCA VÃO CONTRIBUIR PRA ALAGOAS CRESCER, NO MANDATO DO ATUAL GOVERNO…
    VALEU…

Comments are closed.