Com investimentos de R$ 206 milhões, Portobello inicia construção de fábrica em Alagoas
   8 de junho de 2013   │     22:09  │  2

Aos poucos marcas reconhecidas nacionalmente começam a desembarcar, em definitivo, em Alagoas. Esta semana o secretário adjunto do Desenvolvimento Econômico confirmou o início das obras da unidade da Portobello, no polo de Marechal Deodoro.

“A indústria já está em construção e agora é só esperar o tempo necessário para que o empreendimento comece a funcionar”, antecipa Keylle Lima.

Conselheiro da Portobello Shop e suplente do senador Renan Calheiros (PMDB-AL), Fábio Farias ajudou a trazer para Alagoas o empreendimento e comemora a sua concretização: “as obras estão iniciadas e a indústria deve começar a operar até 2015, podendo antecipar seu funcionamento para 2014”, aponta.

A unidade da Portobello de Alagoas vai demandar investimentos de R$ 206 milhões. Na primeira fase, o projeto vai gerar 250 empregos diretos e 2.400 postos de trabalho indiretos entre mineração, transporte e outras indústrias de apoio. Já em operação total, a Portobello empregará 800 pessoas. A área destinada a empresa é de um milhão de metros quadrados.

Decidida a montar um fábrica no Nordeste, a Portobello que é líder no mercado de cerâmica e exporta seu produto para diversos países, analisava também propostas da Bahia e de Pernambuco. Pesou a favor de Alagoas, além da atuação de Fábio Farias, a lei de incentivos fiscais e a união entre setor público e setor produtivo.

As negociações para a vinda da Portobello foram iniciadas em junho do ano passado, com a visita do do secretário da Seplande, Luiz Otavio Gomes, a sede do grupo, no município de Tijucas, em Santa Catarina.

“Temos total interesse no empreendimento e vamos tomar as medidas cabíveis para tornar concreto investimento em Alagoas”, destacou o empresário César Gomes Júnior, diretor da indústria.

A Portobello atua no mercado desde 1979 e tem faturamento anual acima de R$ 500 milhões. Sua produção de 23,5 milhões de m² atende a demanda de países do cinco continentes e também ao mercado interno, por meio de revendas da multimarca Portobello Shop. São 10 fábricas em todo o país, que geram cerca de dois mil empregos.

Empresa de capital aberto integrante do Novo Mercado da Bovespa, a Portobello, maior empresa do segmento de revestimentos cerâmicos da América do Sul

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. pedro porfirio da silva

    Edivaldo, sou leitor assíduo de sua coluna, e é com grande satisfação que vejo ultimamente com muita freqüencia, notícias dos muito investimentos que estão otimizando a permanencia dos Alagoanos em sua terra natal através de trabalho. Apesar das críticas políticamente incorretas atribuídas ao governo Téo, temos que reconhecer que seu timoneiro da seplande, Luiz Otávio Gomes já fez muito em sete anos, o que muitos não fizeram em décadas. Aproveito para mandar um abraço a Rosiana Beltrão pela vinda do ¨estaleiro¨ no porto de jaraguá.

  2. sergio

    Edivaldo, o Fábio Farias é uma pessoa excepcional e foi o primeiro secretário de Educação do governo Teotonio Vilela. Lembra? Mas, contudo, o fato dele ser um acionista (médio) foi o que menos pesou para a instalação dessa empresa em Alagoas. Conta, claro, mas não com o peso necessário. A política de atração de empresas, capitaneada pelo secretário Luiz Otavio é a grande responsável pela captação dessa empresa. Forma muitas reuniões e viagens. Tudo registrado. Valeu pela reportagem

Comments are closed.