JC embola o meio de campo e avisa que pode disputar o Senado
   12 de junho de 2013   │     15:24  │  0

Presidente do PEN em Alagoas e primeiro suplente de deputado federal, João Caldas, o JC, confirmou que teve sim uma longa conversa com o governador Teotonio Vilela Filho, ontem no Palácio dos Palmares.

E sobre o que conversaram: “conversamos sobre temas como estaleiro e amenidades. Foi uma conversa de aproximação”, revela.

Claro que JC tenta despistar. A conversa foi sobre política. Alguém aí duvida?

Depois do encontro, JC avisou que  “com certeza”  é candidato no ano que vem. E a que? “Posso sair a federal ou a senador. Estou circulando o estado, conversando com os amigos e a hora de decidir está chegando”, avisa.

Essa não é a primeira vez que Caldas apresenta seu nome para uma vaga majoritária. Ele é experiente e acredita que pode “dar samba”.

Mas em qualquer um dos casos, Caldas vai embolar o meio de campo eleitoral. Ele pode ajudar a montar uma terceira via, ajudando a viabilizar uma chapa de deputado federal que pode ter nomes como o dele, de Rosinha da Adefal, Maurício Quintella e Antônio Albuquerque. E, se não tiver uma chapa viável, nada impede que Caldas saia candidato a um cargo majoritário.

Ele marcaria posição e “valorizaria” muito o seu passe.

Quanto a conversa com Téo Vilela, avisa Caldas, ela foi apenas o começo. Novos encontros devem acontecer nos próximos dias.Se vai ocupar algum cargo no governo? “Não tratamos disso por enquanto ”, avisa.