Rui quer desonerar empresas para evitar aumento da passagem
   13 de junho de 2013   │     13:29  │  0

O prefeito de Maceió trabalha para postergar o reajuste da passagem de ônibus. “Esse ano não”, avisa Rui Palmeira.

Para manter a tarifa em R$ 2,30, ele sinaliza com melhorias como um corredor de ônibus na Fernandes Lima e reforma em terminais, além de um reforço na fiscalização – medidas que, acredita o prefeito, aumentaria o fluxo de passageiros e poderiam convencer as empresas a esperar mais pelo reajuste.

Rui Palmeira também acena com a desoneração do setor. As empresas de ônibus pagam 5% de ISS. “É a maior alíquota do Brasil e nós poderemos desonerar, desde é claro, que os empresários não ganhem na Justiça o reajuste”.

Em outras palavras – pode fazer as contas – o prefeito abriria mão de uma arrecadação de mais de 11 centavos por cada passagem inteira e esse valor ficaria com as empresas de ônibus, o que poderia de fato ajudar a retardar o aumento.

Afora isso e sem responder diretamente o desembargador, Rui Palmeira diz que está trabalhando para melhorar o sistema de transportes e abriu o diálogo com a Transpal: “esperamos chegar a um entendimento em benefício da população”.