Mesa diretora da ALE resiste e vai para o embate com JHC
   1 de agosto de 2013   │     19:15  │  5

Conversei essa semana com um dos mais experientes e influentes deputados da Assembleia Legislativa sobre a crise que abala a Casa.

Integrante da bancada do governo, no terceiro mandato, o parlamentar – que pediu para não citar seu nome – me disse que a mesa diretora da Assembleia Legislativa nunca pensou, nem pensa em renunciar por conta das denuncias de desvios de gastos feitas pelo deputado estadual João Henrique Caldas, PTN.

“Existem algumas falhas, mas não é nada do tamanho que o JHC está dizendo. São falhas administrativas e isso será esclarecido”. Será?

Hoje a tarde o presidente da ALE confirmou em parte estas informações. O deputado Fernando Toledo, PSDB, disse que a mesa não vai renunciar, como chegou a ser especulado pela imprensa.

De acordo com Toledo, JHC foi precipitado e não teria procurado ouvir, antes das denúncias, a Mesa Diretora. Ele também anunciou que  vai entregar, na próxima segunda-feira, documentos que comprovariam que não houve irregularidades administrativas na ALE.

A estratégia da mesa, ao menos no primeiro momento, será de confrontar JHC com documentos, procurando desqualificar suas denúncias. Toledo nega que ao menos por enquanto a mesa vá abrir processo contra JHC, por quebra de decoro, como se comentam nos bastidores da ALE.

O deputado divulgou um extrato com a movimentação bancária da ALE na Caixa em 2011, que revela a existência de mais de 50 pagamentos a uma mesma pessoa num só ano. O extrato também aponta a existência do desaparecimento de R$ 4,7 milhões.

PT reforça denúncias de JHC

A sessão da ALE de hoje, que marcaria a retomada dos trabalhos na Casa, após recesso, foi esvaziada. Apenas Toledo e mais dois deputados do PT (Judson Cabral e Ronaldo Medeiros) compareceram. Os dois fizeram críticas a postura da mesa e

Para Judson, as informações divulgadas à imprensa e encaminhadas à Polícia Federal apontam “apenas o olho do furação, diante de tudo que se apresenta como suspeito nas movimentações financeiras da Casa de Tavares Bastos”.

Medeiros avisou que vai tomar medidas administrativas e pediu a saída da mesa.

JHC fará novas denúncias

O deputado JHC preferiu não foi para a sessão desta sexta porque preferiu se concentrar no levantamento de novos documentos sobre gastos na ALE. É provável que ele apresente novas denúncias de gastos irregulares no Legislativo já nesta sexta-feira.

JHC diz que não teme uma eventual reação da mesa diretora a ALE: “esta mesa que aí está precisa ser afastada imediatamente. Precisamos passar as contas da Assembleia a limpo. Do contrário, o poder legislativo perderá cada vez mais credibilidade perante a sociedade”, avalia.

COMENTÁRIOS
5

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. jose antonio dos santos

    E o PT do Lula, Dilma, aqui em Alagoas parece está de “calças arriadas” neste escândalo da Assembléia Legislativa, seus três deputados são fracos!.

  2. Valdeck

    A Assembleia Legislativa desse Estado é uma caixa de Pandora, ao abrir virão coisas que não só escandalize a sociedade alagoana, mas estarreça a população brasileira, pois se a Polícia Federal e a Receita Federal for a fundo, perceberá desvios vultosos, nepotismo, empreguismo, gastos desnecessários e para particulares, haja vista que a casa é uma instituição pública.
    A certeza da impunidade da Mesa Diretora é tão certa que há muito estão intocáveis a cada ano pedindo exorbitantemente valores absurdos para a Casa e o governador do Estado acedendo sem pestanejar, enquanto hospitais sem leitos, sem remédios, sem suporte para os profissionais da saúde trabalhar dignamente, a educação alcançando níveis negativos estrondosos prejudicando gerações da juventude alagoana que cada vez mais está cooptada e atraída para o tráfico e a violência que toma conta do Estado provocado também pelos desmandos da Assembleia Legislativa e da política errônea e equivocada do governador Teotônio Vilela.
    Difícil crer, mas espero que haja seriedade das autoridades competentes para mostrar a sociedade alagoana que há instituições sérias e comprometidas em tempos de clamor público para o combate à corrupção e melhor produtividade das instituições públicas para com a população desse Estado que não merece os políticos que tem.

  3. jose antonio dos santos

    Poder Legislativo de Alagoas, ao longo do tempo nunca teve moralidade perante a população. Os escândalos com dinheiro público foi sempre permanente, agora isso um dia tem que parar!.

  4. jose antonio dos santos

    Este caso da Assembléia Legislativa que paga a parentes e outros fantasmas do Presidente da casa deveria merecer a prisão com algemas deste cidadão Fernando Toledo travestido de Deputado que tem o cinismo de afirmar que tudo está legal!. QUe os Sem Terra direcionem alguma ação de invasão contra esta vergonha, afinal é dinheiro do povo!.

  5. Em primeira mâo as novas denúncias de JHC.........

    Meu caro jornalista Edivaldo ,o jovem JHC já trouxe NOVAS BOMBAS em um SEMANÁRIO QUE ESTARÁ NAS BANCAS NESTA SEMANA vale apena dar uma boa olhadela no site também .A manchete é: SOBRINHOS DE PRESIDENTE DA ALE LEVAM EM TRÊS ANOS 1,5 MILHÃO DE REAIS, com um detalhe grave um dos sobrinhos mora do outro lado do mundo em SIDNEY na AUSTRÁLIA e como explicar isso e os ALTÍSSIMOS VALORES PAGOS? Será que foi um erro ADMINISTRATIVO também……kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Comments are closed.