Usinas alertam Justiça e Governo sobre crise no setor em Alagoas
   19 de setembro de 2013   │     14:08  │  1

Na última sexta-feira o Sindaçúcar-AL comunicou oficialmente aos sindicatos dos trabalhadores da indústria e rurais que as usinas do estado estão enfrentando dificuldades financeiras, em função da crise internacional e da seca.

Hoje o Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool, também conhecido como sindicato dos usineiros, fará comunicado idêntico a Justiça do Trabalho e ao Governo do Estado.

Na safra passada, por conta da estiagem e da queda de preços, o setor sucroalcooleiro de Alagoas registrou perda de faturamento na ordem de R$ 500 milhões o que equivale a uma redução de 20%.

Em nota, o sindicato informa que os empresários do setor cumprirão os dois compromissos hoje. Confira:

O presidente do Sindaçúcar-AL, Pedro Robério Nogueira, participa nesta quinta-feira, 19, de duas reuniões importantes para o setor sucroenergético que enfrente uma crise financeira agravada pela seca que castigou Alagoas no ano passado.

 O primeiro encontro, agendado para às 14h30, será com o presidente do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 19ª Região, desembargador Severino Rodrigues. A reunião será realizada na sede do tribunal, localizado na Avenida da Paz. A programação do presidente do Sindaçúcar-AL prossegue, a partir das 16h, com uma audiência com o governador Teotonio Vilela Filho, no Palácio República dos Palmares.

Nos dois encontros, o líder do setor sucroenergético alagoano, que estará acompanhado por demais conselheiros do Sindaçúcar-AL, fará um comunicado oficial ao presidente do TRT e ao governador do Estado da situação financeira delicada enfrentada pelas unidades industriais alagoanas.

Semana passada, o presidente do Sindaçúcar-AL e conselheiros da entidade de classe participaram de uma reunião com dirigentes dos sindicatos de trabalhadores da indústria e do campo. Na pauta do encontro, a crise financeira, tendo como foco o reajuste salarial pleiteado pelas duas categorias para a safra 13/14.

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. jonas antonio de freitas

    Agora esses empresario da indústria do açúcar não deixam de investir nos outros estados…Agora querem ajuda do governo, com no passado.Faliram o Banco do Estado de Alagoas…

Comments are closed.