Reaproximação não dá certo e Renan volta a se afastar de Téo Vilela
   20 de outubro de 2013   │     22:09  │  6

Em 1994 Renan Calheiros voltou a cena política depois de ficar 4 anos tentando digerir a derrota para o governo em 1990.

Começava ali, 19 anos atrás, uma amizade política que parecia indestrutível. Ao lado de Téo Vilela – os dois eram chamados de senadores siameses – o presidente do Senado disputou e ganhou todas as eleições até 2006.

A vitória de Téo Vilela para o governo foi coroada com ampla participação de pessoas indicadas por Renan ou por seus amigos em funções importantes. O grupo ligado ao senador do PMDB indicou o secretário de Educação, da Infraestrutura e da Saúde – entre outros cargos.

Isso sem contar que o vice-governador, Zé Wanderley, era indicação pessoal de Renan.

As relações começaram a azedar ainda em 2007. Em fevereiro de 2008, pouco mais de um ano depois de assumir a Secretaria de Educação, Fábio Farias – hoje suplente de Renan Calheiros – entregou o cargo. Aos poucos todas as pessoas indicadas por Renan foram entregando seus postos até culminar com episódios que se tornaram conhecidos, como a troca na Secretaria de Saúde – a substituição de André Valente indicado por Luciano Barbosa por Herbert Motta, em novembro de 2008 – e em seguida a nomeação do vice-prefeito de Arapiraca, Rogério Teófilo para a Educação.

Esses dois fatos tornaram o ex-prefeito de Arapiraca num inimigo declarado do governador. Não custa lembrar que Barbosa é um dos mais próximos amigos e conselheiros de Renan. Do lado de Renan, o deputado estadual Olavo Calheiros também se tornou, ainda em 2008, em desafeto de Téo Vilela.

Depois de enfrentar Téo Vilela em 2010, levando com Ronaldo Lessa as eleições para o segundo turno, numa decisão apertadíssima, Renan Calheiros dava sinais, desde o começo deste ano que poderia se reaproximar de Téo Vilela.

Os dois sonhavam em reatar aliança que durante 15 anos os tornaram conhecidos como senadores siamenses.

Não será desta vez. Depois do “namoro” dos últimos meses, os dois dão de novo sinais de que não poderão estar juntos na próxima eleição. Nos últimos dias as relações mudaram e cada  um, a seu jeito, tem dados sinais de que vão ficar onde estão, com seus grupos e com seus   problemas.

Téo Vilela terá que decidir se é o não candidato e se apoia Nonô ou Biu. Renan Calheiros também terá de decidir se deixa o Senado e encara a disputa ou se indica Luciano Barbosa ou Renan Filho. Isso sem falar em composições de estadual, federal etc.

Em se tratado de Téo e Renan, amigos amigos, votos a parte. Bem a parte.

COMENTÁRIOS
6

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. GUSTAVO GRATES

    GOSTARIA DE ORIENTAR O RONALDO LESSA A NÃO ACREDITAR EM RENAM, POIS ISSO É UMA JOGADA POLÍTICA DELE, NA VERDADE RENAM E TÉO SEMPRE FORAM COMPASSAS E NÃO ENGOLE AQUELA DERROTA PARA O LESSA ANOS ATRÁS E QUEM ESTÁ INFILTRADO NO CHAPÃO COMO ESPIÃO PARA VER AS ESTRATÉGIAS É O RENAM, PORTANTO OS DOIS RENAM E TÉO, SEMPRE FORAM LIGADOS E TEM UMA ALIANÇA ETERNA E O OBJETIVO DELE É FAZER O LESSA NUNCA SAIR MAJORITARIAMENTE EM ALAGOAS POIS SABE QUE LESSA NÃO PERDE PARA NINGUÉM NAS URNAS A NÃO QUE INVENTE AQUELA: ” TÁ SABENDO QUE O RONALDO NÃO PODE SE CANDIDATAR?” POR ISSO TOME CUIDADO LESSA O POVO DE ALAGOAS ESTAR COM VOCÊ, POIS FOI TU QUE RESGATASTE A HONRA DESTE ESTADO QUANDO O SURUAGY A DESTRUIU. SEJA SÁBIO E PRECAVIDO DOS TRAÍRAS E TRABALHE NO CAMPO DA INTELIGÊNCIA E DAS INFORMAÇÕES E CONTRAINFORMAÇÕES, VOCÊ FOI MUITO MENINO NAS ULTIMAS ELEIÇÕES, APARA NÃO DIZER MAL ASSESSORADO.

  2. Amanda Oliveira

    O melhor nome de todos é esse. Luciano Barbosa!! O resto tô fora. Maceio ja vai ter jeito com ele no governo.

  3. Farelo come

    RENAN, QUEM COM PORCO SE JUNTA, FARELO COME. VOCE NÃO PRECISA DO APOIO DESSA MALA APELIDADA DE TEOTONIO, PARA GANHAR ELEIÇÃO EM ALAGOAS. DEIXA ESSE POLITICO MALA PARA TRÁS.

Comments are closed.