JC: “nova manobra na ALE pode levar Justiça a convocar suplentes”
   18 de novembro de 2013   │     21:49  │  2

A nova mesa diretora da Assembleia Legislativa, tudo indica, será escolhida na sessão desta terça-feira, 19.  Mas à medida que se aproxima o horário da reunião, crescem as especulações de que o processo pode ser esvaziado em função de  manobras políticas do grupo de deputados que integra a mesa diretora afastada pela Justiça, por suspeitas de desvios de recursos.

O suplente de deputado federal e secretário nacional do Solidariedade, João Caldas, fez um alerta na noite desta  segunda-feira: “qualquer nova manobra  desse grupo pode ser interpretada como provocação pelo Poder Judiciário”, aponta.

Em caso de novas provocações, acredita JC, a Justiça pode adotar medidas mais drásticas, o que poderá culminar com o afastamento dos deputados envolvidos nas denúncias não só do processo de escolha da nova mesa, mas também do mandato: “a convocação dos suplentes passa a ser uma alternativa a ser avaliada pela Justiça caso esse processo não ser resolva logo”, alerta.

Três candidatos podem disputar presidência

Pelo menos dois nomes já estão definidos para a eleição da presidência da ALE: Judson Cabral,  do PT, e Jeferson Morais, do DEM.

Um terceiro nome pode entrar na disputa: o do deputado Ricardo Nezinho, do PMDB. Nesse cenário, Nezinho representaria  interesses do grupo afastado, Judson concorria num processo de autoafirmação e Jeferson que tem apoio de setores do governo e oposição poderia ser eleito por uma margem apertada. Ele próprio, no entanto, teme que mais uma vez a sessão não tenha o quorum – com a presença de no mínimo 14 deputados com direito a voto.

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Abelardo

    Aposto que não será eleita a mesa diretora hoje dia 19/11/2013 as 13:23 h hora em que posto esse comentário,agora se o poder judiciário vai afastar dos mandatos é outra história,seria o correto,porém nem tudo que é correto é cumprido em Alagoas.Eles vão empurrando e ganhando tempo para emplacar o seu “chegado”para que tudo permaneça como antes no quartel de abrantes.

  2. Movimento Caras Pintadas

    Esperamos que a Justiça não seja mais uma vez enganada com o esvaziamento da sessão ; se isso acontecer novamente os Alagoanos esperam da Justiça que der uma resposta á altura , tirando dos cargos os manobristas que acham que pode debochar da cara de todo mundo inclusive da Justiça Alagoana!

Comments are closed.