Governo fecha acordo e militares vão suspender operação padrão
   19 de dezembro de 2013   │     23:41  │  16

Depois de cinco horas de reunião com os militares e participação de alguns deputados, o governador Teotonio Vilela Filho chegou a um acordo que vai suspender o aquartelamento e a operação padrão.
Uma mensagem com realinhamento de salários e funções será encaminhado para a Assembleia Legislativa e votado ainda este ano.

O deputado Ronaldo Medeiros, PT, acompanhou as negociações desde o início e comemorou o avanço: “o governador ficou de encaminhar uma proposta que vai realinhar funções e também permitindo a contratação de horas sociais, a hora livre que o PM em poderá ser vendida ao estado, melhorando seus salários. A proposta deve ser votada até a próxima quinta-feira e o pessoal ficou de suspender a operação padrão”, apontou.

Em sua página no Facebook o Governador comunicou: “Acabei de fechar um entendimento com os presidentes das associações que representam os Policiais Militares e o Corpo de Bombeiros. A operação padrão será suspensa e o Governo vai analisar todos os novos pleitos encaminhados pela tropa até a próxima quinta-feira, às 15h. De pronto atendimento já garanti o realinhamento das categorias militares e reafirmei meu compromisso em buscar soluções conjuntas e viáveis para o nosso Estado”.

Falta comando

Apesar do acordo, Ronaldo Medeiros recomenda que o governo avalie a troca de comando na PM: “os PMs reclamam porque estão se alimentando com uma comida de péssima qualidade. Isso é uma demonstração do descuido, da falta de comando. Eu acredito que além do reajuste o governo deveria avaliar mudanças no comando, o que certamente agraria e muito toda a tropa”, enfatizou o deputado.

COMENTÁRIOS
16

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. ANTONEY

    O TEONÓQUIO QUER ENGANAR DE NOVO A POLÍCIA! DESSA VEZ NÃNÃNÃO, REGISTRE EM CARTÓRIO O ACORDO, E TESTEMUNHEM TODA A SOCIEDADE.

  2. SD PM

    Sr. Edivaldo Jr.
    Essa informação não procede…
    CONTINUAMOS COM A OPERAÇÃO PADRÃO!!!!
    isso continuará até se efetivar FORMALMENTE
    todas as nossas reivindicações.
    ESSE GOVERNADOR TEM HISTÓRICO DE NÃO CUMPRIR O QUE FALA!!!!

  3. Pracinha Ruela

    Falta comando, falta secretário, falta governo, falta salários dignos, falta mais policiais, falta tudo e mais um pouko.

  4. POLICIAL MILITAR 2

    OPERAÇÃO PADRÃO CONTINUA COM FORÇA, ATÉ QUINTA-FEIRA, NÃO ACREDITAMOS MAIS EM PROMESSAS, AGORA É TUDO PRETO NO BRANCO.

  5. Antonio

    Matéria tendenciosa!!! os problemas financeiros enfrentados pelas corporações estão ligados a redução da verba de custeio que o senhor Governador realizou.

    Parece-me que esta ‘OPINIÃO’ para a mudança de comando serve para enfraquecer o movimento em busca de DIGNIDADE por parte dos militares!

    Militares (oficiais e praças) continuem unidos !!!!

  6. S.R LOURO

    MORO NO PINHEIRO,BAIRRO CONSIDERADO DE MUITOS ASSALTOS,PORÉM EM CERCA DE 22 ANOS VI APENAS VIATURAS DA PM PASSAR NA MINHA RUA UMAS TRÊS VEZES.
    RESULTADO,POLICIAL MILITAR FAZ QUE TRABALHA.

  7. maria helena

    o governado nao deu numeros concreto a corporaçao, ta tentando errolar mais uma vez, e a pm continua sem ir pra rua

  8. robson

    a operaçao continua ate quinta feira, quando o governa vai da uma posiçao concreta, a sua informaçao que aoperaçao padrao vai para é errada.

  9. Pequeno detalhe

    Só há um pequenino detalhe, É QUE ESQUECERAM DE “COMBINAR”COM OS SERVIDORES DA ALE QUE ATÉ ENTÃO ESTÃO EM GREVE e não vão se contentar com alguma MIGALHA QUE O GOVERNO ACENE,POIS QUEREM DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO,DEZEMBRO E O TERÇO DAS FÉRIAS DE IMEDIATO,NÃO ABREM MÃO DE SEUS DIREITOS CONSTITUCIONAIS,HAJA VISTA QUE A ALE JÁ DEVE MUITO AOS MESMOS E ELES NÃO ESTÃO DISPOSTOS A TEREM AUMENTADOS OS SEUS PASSIVOS TRABALHISTAS.ACREDITO QUE SE NÃO SAIR O QUE ELES QUEREM ,NAÕ HAVERÁ MAIS SESSÃO NESTE ANO NA ALE E TUDO FICARÁ PARADO.

    1. PM

      NÃO TEM SUSPENSÃO DE OPERAÇÃO PADRÃO NÃO… O MOVIMENTO CONTINUA, ATÉ QUE SEJA TUDO ACEITO E COLOCADO E PUBLICADO EM DIÁRIO OFICIAL!!!!

  10. Perguntinha Boba...

    Sim deputado RONALDO MEDEIROS o senhor se lembrou que os servidores do legislativo Estadual estão em greve e tem barriga e família para sustentar? falo dos que trabalham obviamente pois quem não trabalha é porque não precisa ,tem outros meios de receber dinheiro e usam a ALE como bico são os empresários ,dondocas e dondocos,apadrinhados,parentes de deputados etc.O que o senhor conseguiu para os servidores e não venham com MIGALHAS POIS ELES QUEREM DEZEMBRO ,DÉCIMO TERCEIRO E FÉRIAS,por isso acredito que este ano não se vota mais nada não é?

  11. Wellington Bittencourt

    Comandos só serão comandos de verdade quando acabar esta subordinação a Secretaria de Defesa Social. Não me retrato a pessoas mas esta situação conduz a PM a situação de pedinte, mendingos…

Comments are closed.