Governador recorre ao ministro da Justiça para conter clima de insegurança
   21 de dezembro de 2013   │     21:55  │  13

Fruto de boatos ou não, o clima de insegurança amplificado nas redes sociais aterroriza os alagoanos. Nem mesmo a notícia de um acordo com a PM e a volta parcial dos militares ao trabalho foi suficiente para tranquilizar a população.

Depois de determinar ao Detran a homologação dos cursos de condutores realizados pela PM para os militares, o governador comunicou hoje pelo Facebook que recorreu ao governo federal como alternativa (talvez a última) para dar tranquilidade ao alagoano.

“Quero informar a todos que ontem liguei para o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo e ele assegurou que a Força Nacional está de prontidão para que todos os alagoanos tenham um Natal em paz e com a segurança necessária para ir e vir, direito constitucionalmente assegurado. Mas hoje já tomei conhecimento que nove dos onze batalhões voltaram a trabalhar normalmente e 25 viaturas voltaram a circular por toda a Grande Maceió. Volto a afirmar que a violência não se restringe a Alagoas e a onda de boatos só agrava o sentimento de insegurança. As fotos abaixo representam uma ação dos Comandos da Polícia Militar, em colocar o policiamento na rua”, disse o governador em sua página no facebook.

O governador já devia ter feito isso há mais tempo. Diante do clima de insegurança que paira sobre Alagoas, pediu ajuda ao governo federal. O ideal é retorno pleno dos militares e, de preferência, que eles mostrem um pouco mais resultados. Enquanto isso não ocorre é preciso que o governo recorra a todas alternativas. A vinda de forças federais certamente é uma delas.

COMENTÁRIOS
13

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. JAQUES JACINTO BRANCO

    Vamos exemplificar como o Governo do Chile Administra ‘a Gestão do serviços essenciais, SAÚDE, EDUCAÇÃO e SEGURANÇA: A saúde é atribuição dos MUNICÍPIOS, o Governo Central repassa os recursos para que cada Prefeitura Gerenciar e a população também fiscaliza cada centavo que se gasta e os serviço é de excelente qualidade. O Governo DEPARTAMENTAL (Estadual) é encarregado pela EDUCAÇÃO, que Gerencia todos os recursos para todos os níveis Infantil, Fundamental, Médio e Superior e um colegiado de órgãos fiscalizam os gastos e acompanham a formação. A SEGURANÇA PUBLICA E NACIONAL é competência do Governo Central e há muitos anos desde a era PINOCHE até hoje o Chile tem um PIB e IDH de se fazer inveja a muitos países europeus. Somente uma reforma gigantesca na estrutura organizacional do Pacto Federativo Brasileiro é que podemos resolver a questão macrossocial brasileira. A proliferação e consumo de DROGAS não é mais um caso de POLICÍA, a responsabilidades é de todos, começando pela própria FAMILIA, até chegar no CONGRESSO NACIONAL e no GOVERNO. (Politicas publicas é passo a passo).

  2. JAQUES JACINTO BRANCO

    Na caserna de qualquer lugar do Brasil, existe um dilema: A POLICIA LONGE FAZ FALTA E PERTO INCOMODA, ou seja aqui em Alagoas nós incomodamos apenas o Governo da Dupla TEOTONIO VILELA FILHO e JOSÉ TOMAZ NONÔ NETO e fazemos falta para a sofrida população. Então eles vão pedir arrego ao Governo Federal, mais não querem assumir a responsabilidade que tem com os PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA PUBLICA MILITAR.

  3. steve

    Queria vê o lulu malvadeza trabalhando na ronda cidadã e atendendo a população.
    lulu -motorista, Cesar Cmt de vtr.
    só em Alagoas. kkkkkk

  4. joseci

    Cúpula da Segurança Pública de AL se reúne e garante total apoio a secretário

    22/12/2013 15h45
    Da Redação

    Governador Teo Vilela autorizou Detran a emitir certificado para militares dirigirem viaturas (Crédito: TNH1)
    Governador Teo Vilela autorizou Detran a emitir certificado para militares dirigirem viaturas (Crédito: TNH1)
    Buscando o melhor caminho para resolver o problema com oficiais, militares e bombeiros, representantes e gestores que integram a Secretaria de Defesa Social (Seds) se reuniram na manhã deste sábado (21), na sala de reuniões da pasta, com o secretário Dário César, para hipotecar total apoio ao chefe da segurança pública em Alagoas.

    Ao lado de gestores da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Perícia Oficial, Superintendência de Administração Penitenciária e Gabinete Militar, o delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, afirmou que é um momento onde todas forças precisam estar concentradas no melhor para o Estado e que o secretário também está empenhado nesse aspecto.

    “Estamos aqui para dar total apoio no que for preciso ser feito para resolver o problema. O que importa neste momento é que todos se conscientizem de que o secretário tem feito um grande trabalho e se esforçado para manter a ordem. Agora, precisamos trabalhar!”, disse Paulo Cerqueira.

    Uma das soluções foi apresentada ainda no fim da tarde da última sexta-feira, 20. O governo se disse disposto a atender os anseios da tropa e tem se desdobrado para que isso ocorra, a exemplo da liberação, por parte do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), de habilitação para os militares atuarem em viaturas de emergências.

    “O governador quer resolver o quanto antes esta situação que não é cômoda para ninguém”, expressou o chefe do Gabinete Militar, Luciano Silva. Luciano disse, ainda, que a união neste momento será essencial e que se for preciso ele também estará nas ruas.

    Para reanimar a tropa, o comandante da Polícia Militar, Dimas Barros, chamará os oficiais para trabalhar juntos no combate à criminalidade.

    “O que não podemos é deixar que tropas federais tomem conta do nosso estado, pois sabemos que nós somos capazes e vamos resolver essa situação. A nossa briosa é capaz de combater a criminalidade e vamos fazer”, falou Dimas.

  5. cicero

    como é…como é… ele vai pedir oq mesmo…e pra que serve a força nacional, so pra receber diarias e consumir combustivel…
    gente quem tem que sair e o teo, e nao pedir policia, tem que colocar é um homem com ” sangue no olho” pra administrar a policia, e não esses ” manezinho” que so fala em ” estrategias, em planos e mais dinheiro. nós precisamos é de atitudes e nao de planos.
    já chega, pra onde vai tanto dinheiro que vem pra essa segurança publica de alagoas, gente nós nao somos cegos, nem tolos.

    alagoas precisa de um gestor caba macho…só isso!!!

  6. JAQUES JACINTO BRANCO

    Pela experiência que tenho como cidadão alagoano e eleitor consciente que sou, afirmo com muita convicção que o Governo quando faz suas NEGOCIATAS com POLITICOS do seu ramo, de tudo acontece, até mesmo o descumprimento do que foi acordado. A categoria da qual faço parte PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA PUBLICA MILITAR, temos uma responsabilidade com a sociedade alagoana e com os Poderes Constituídos, por seros os GUARDIÕES da LEI e da ORDEM e garantir a PAZ SOCIAL fazendo Segurança Publica 24 horas por dia, superando todas as dificuldades logísticas e humanas com escalas de serviços insuportáveis devido a carência de material humano, não é para qualquer categoria trabalhadora que se submete a estas condições vexatórias. Alagoas está sendo CLASSIFICADA como o Estado que mais se mata jovens no Brasil. O ultimo aumento salarial que a CORPORAÇÃO PMAL/CBM-AL foi ainda em 2006 na Gestão do Governador Dr. LUIZ ABÍLIO, que sucedeu o Ronaldo Lessa. Qualquer senhor deste Governo seja ele o TEOTÔNIO VILELA FILHO ou o seu VICE-GOVERNADOR JOSÉ TOMAZ NONÔ NETO, não se pode confiar em suas promessas de majoração salarial do POLICIAIS MILITARES. É preciso que primeiro se concretize a assinatura de DISPOSITIVO LEGAL que finalize os acertos decidido com as COMISSÕES criada pelas Assembleias das REPRESENTAÇÕES DAS ASSOCIAÇÕES POLICIAIS MILITARES. Queremos respeito por parte do Governo, temos uma ÁRDUA e NOBRE MISSÃO a cumprir, tirar Alagoas da situação em que se encontra com a Segurança Publica COMPROMETIDA. Somente quem investiga o crime é que ganha bem. E mais importante do que INVESTIGAR UM CRIME, é EVITAR QUE ELE ACONTEÇA, esta é a nossa principal missão ATRAVES DO POLICIAMENTO OSTENSIVO PREVENTIVO.

  7. JAQUES JACINTO BRANCO

    Felizmente ainda contamos com os olhares da tecnologia (INTERNET) para mostrar em tempo real o descaso das ferramentas de trabalho do Profissional de Segurança Publica do Estado de Alagoas. Material humano desmotivado e muitos despreparados desde a sua FORMAÇÃO e CAPACITAÇÃO, bem como a falta de ASSESSORAMENTO CONTINUO, como recomenda os dispositivos das RESOLUÇÕES DA ONU. Os apetrechos como armamentos, coletes balísticos, munições, P-60 tiveram uma certa melhoria, mais viaturas sua maioria é locada e não atendem a demanda das necessidades, somente as empresas LOCADORAS e os GESTORES responsáveis pelos CONTRATOS é que saem ganhando com esse serviço. É pura realidade que o Governo TEOTÔNIO VILELA e JOSÉ TOMAZ NONÔ NETO não podem esconder nem tapar o SOL COM A PENEIRA. Somente nós alagoanos pagadores de impostos na fonte e os legítimos trabalhadores que vivem do seu salário suado e limpo é que tem VOZ ATIVA para cobrar mais RESPONSABILIDADES deste GOVERNO eleito por este POVO que depositaram nas URNAS ELETRONICA, toda sua esperança de se viver uma vida mais digna com JUSTIÇA SOCIAL e menos malversação, corrupção e roubalheira com o dinheiro publico. Estamos há nove meses das ELEIÇÕES MAJORITÁRIA E PROPORCIONAIS, e somente a boa vontade de homens responsáveis pode tirar Alagoas desta miserável situação que comprometeu a PAZ SOCIAL. O MAIOR ADVERSÁRIO DE UM CANDITADO MAJORITÁRIO, NUNCA SERÁ O CANDIDATO OPONENTE, SERÁ O VOTO DO ELEITOR CONSCIENTE.

  8. Luiz Paulo sodré

    Sr.Edivaldo,desde que Sr. Se tornou um blogueiro,lhe acompanho e lhe elogio sempre que posso,quero novamente reinterar minha posição,em respeito a sua imparcialidade, no jornalismo que pratica,mesmo nesse tempo de eleição.Que se preserve assim,e que tenha um bom Natal,e um ano novo,ainda mais independente.Parabéns.

  9. joseci

    Duvido muito que esse governador conceda 100% do que os militares estão pleiteando,sempre foi assim.
    Quando o governador começar a apertar eles os militares começam a fraquejar.

    Não pensem que o Dário César está aceitando tudo que está acontecendo numa boa não.

    Ele (Dário) com toda a certeza está fazendo a cabeça do governador para não conceder a equiparação aos delegados que vão receber R$28.000,00 igual a um juíz.

    Fiquem bem atentos a isto: o governador muito bem orientado por Dário, secretários da fazenda e segesp, NÃO VAI QUERER CONCEDER A EQUIPARAÇÃO COM OS DELEGADOS, e os policiais mais uma vez vão ficar caladinhos.

  10. catarina dos santos

    Estar de PRONTIDÃO, não significa estar nas ruas, até nisso esse governador é inerte.

    Queremos ver o exército e força nacional nas ruas e não de prontidão.

    A verdade é quem é pobre da periferia, quem pega ônibus, anda à pé, é que estão sofrendo todo tipo de abordagem por parte dos bandidos.

    Quem desfila em seu carro de luxo, blindado, e com seguranças pagos por nós contribuintes é que estão livres de serem importunados pelos bandidos.

    Eu nunc vi um governador tão latérgico quanto esse, ele pensa assim: quando o sangue tiver transbordando nas manchetes eu tomo as providências.

    Pimenta nos olhos dos outros…

  11. Assembléia dos Militares de Alagoas

    NOTA DE ESCLARECIMENTO
    A Assembleia dos militares do Estado de Alagoas vem a público informar que o Governo do Estado de Alagoas está em mãos com os pleitos da classe, alguns a mais de seis meses, e que algumas distorções administrativas estão sendo solucionadas como a certificação para condução de veículos de emergência (Lei Federal 9503/97) e o fornecimento de alimentação para quem cumpre a jornada das 19 horas às 07 horas (Decreto 4690/2009).
    Afirmamos que o nosso comprometimento com a sociedade é de sacrifício da própria vida para protegê-la e salvá-la de qualquer ameaça e, que essa relação, acontece a mais de 181 anos de relevantes serviços.
    Reforçamos que NÃO HOUVE AQUARTELAMENTO e sim cumprimento da legalidade através da Operação Padrão que deve ser respeitada por qualquer cidadão ou governo . Por isso a OPERAÇÃO PADRÃO continua até que todos os pontos da cartilha sejam ajustados e corrigidos!
    O Governo do Estado, Deputados Estaduais e os militares acordaram que na próxima quinta-feira, 26 , será dada uma resposta em relação ao pleito do projeto de Lei que altera a legislação de subsídio da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar, bem como sejam enviados a Assembleia Legislativa a lei de promoção, serviço remunerado e o aumento do orçamento das instituições militares.
    Melhores condições de trabalho para os profissionais da segurança pública também foi discutida com as autoridades presentes e também fazem parte do pleito.

    Por tudo isso, informamos que estaremos, dentro da lei, normalizando aos poucos os serviços de polícia ostensiva e salvamentos a partir das 19 horas deste sábado.

    Informamos ainda que somos militares leais e que estamos ansiosos pela resposta positiva por parte do governo estadual em relação as reivindicações, ao mesmo tempo que convidamos a todos para participarem da Assembleia Geral de Emergência, a ser realizada nesta segunda-feira às 15 horas no Clube dos Oficiais e da grande mobilização a ser realizada na quinta-feira, 26, às 15 horas em frente ao Palácio do Governo onde faremos a deliberação da proposta oferecida pelo governo.
    “O homem que não tem o instinto de adivinhar o que se passa na alma de seus subordinados pode ser um gênio noutro aspecto, nunca será, porém, um verdadeiro chefe” *

    Maceió, 21 de dezembro de 2013
    ASSEMBLEIA DOS MILITARES DO ESTADO DE ALAGOAS
    *Gaston Courtois

Comments are closed.