Biu de Lira diz que grupo do governo terá chapa única nas eleições
   7 de janeiro de 2014   │     18:41  │  3

A decisão de Téo Vilela ficar no governo até o final do mandato surpreendeu até os aliados mais próximos.

“Eu não esperava que ele decidisse agora, mas quero dizer que foi um gesto pessoal de muita grandeza. O governador será o primeiro em 20 anos a concluir o mandato e com isso terá a oportunidade de fazer um grande governo. Acredito que Teotônio será reconhecido como um dos maiores governadores da história de Alagoas”, me disse nesta terça-feira, por telefone, o senador Benedito de Lira.

O gesto também vai transformar, acredita o senador do PP, Téo Vilela no comandante da eleição. “Ele será o grande comandante do processo eleitoral e terá tudo para eleger como sucessor uma pessoa amiga, da sua confiança”, enfatiza.

Mas não é só isso. Téo Vilela também mexe com o cenário político e ao ficar no governo deve unir a base aliada do governo numa só coligação, acredita Benedito de Lira.

“Não vejo porque ter mais de uma chapa. A decisão do governador favorece a união em torno de uma só candidatura”, enfatiza o senador.

Isso, no entanto, não será decidido agora. “Temos que dar tempo ao tempo. O governador vai conversar com todas as lideranças e no momento certo anunciará sua decisão”, diz Biu de Lira.

Chapão contra chapão?

Se Biu estiver certo dois grandes grupos devem se enfrentar nas eleições deste ano. O governo que ainda não tem nomes para a sucessão de Vilela nem para o Senado e a oposição, liderada pelo senador Fernando Collor, candidato á reeleição e pelo senador Renan Calheiros, provável candidato a governador.

A disputa também pode ser encabeçada por Renan Filho, que considera Collor como um forte companheiro de chapa.

Escolhido o candidato do governo, a disputa tende a se polarizar com a oposição e pode ser decidida já no primeiro  turno.

COMENTÁRIOS
3

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Lucas Ramalho

    O Candidato que decidir receber o apoio de Vilela deverá mostrar muito trabalho, pois o povo que não se engane, Vilela não jogou a toalha pq é bonzinho e quer trabalhar até o fim do mandato, ele saiu da disputa pq ele viu que não teria chance contra o Collor, percebeu que o senador é que andou trabalhando pelo estado, ele se retirou para não passar vergonha, pois seu índice de rejeição é altissímo, e ele perderia feio.

  2. Cris Torres

    Concordo com Renan Filho, Collor é um nome forte na política alagoana, tem trabalhado de forma positiva e buscado melhorias para Alagoas. Vejo com bons olhos essa parceria dos Calheiros e Collor.

  3. Camargo

    Está fazendo muito barulho em torno dessa decisão do Vilela, acho essa declaração do Biu de Lira, equivocada, “Vilela comandando a eleição” essa foi boa ! Se ele tivesse toda essa força política ele não teria tirado seu time de campo iria até o final e concorrer as eleições.

Comments are closed.