Carimbão: grupo do governo fará de 4 a 5 deputados federais
   15 de janeiro de 2014   │     19:38  │  1

Lembrado para o Senado, o deputado federal Givaldo Carimbão está com o nome em alta, mas avisa desde já que vai disputar mesmo a reeleição pelo PROS.

“Na minha avaliação quem deve ser candidato ao Senado, em função da questão política, é o Nonô”, diz em referência ao vice-governador.

O maior problema que Carimbão enfrenta para permanecer na Câmara Federal é a formação de uma chapa capaz de superar o coeficiente eleitoral, que nestas eleições deve ficar na casa dos 200 mil votos em Alagoas.

O problema aliás é de praticamente todos os partidos, que sozinhos – a exceção de PSDB e PMDB – não teriam condições de eleger o primeiro deputado.

Por isso o otimismo de Carimbão aumentou muito depois que Téo Vilela decidiu ficar no governo até o final do mandato. “O governador vai ter plenas condições de formar uma chapa muito forte para deputado federal capaz de eleger de quatro a cinco das nove vagas”, avalia.

Bom na calculadora eleitoral, Carimbão aposta numa coligação para federal que engaje partidos como PSDB, PP, PR, PROS, SDD, PSD, PPS e PSB.

Com os nomes que estarão na disputa – ele cita, entre outros, Arthur Lyra, Pedro Vilela, Rogério Teófilo, JHC, Dário César, Jarbinhas, João Lyra, Régis Cavalcante, Maurício Quintella e Renatinho, além do próprio nome – Carimbão acredita que dá para fazer de 750 mil a 800 mil votos.

“Dá para eleger quatro e brigar pela quinta vaga”, aponta. Anotou? Anote. Depois vamos conferir.

No ministério

O PROS começa a próxima semana articulando em Brasília a indicação de um ministro, avisa Carimbão, que também é líder do partido na Câmara Federal. “As lideranças do partido estão se mobilizando para ocupar um espaço no governo da presidente Dilma Rousseff, do qual fazemos parte desde o momento em que o PROS foi criado”, adianta.

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. André Nascimento

    Quando a gente ver um candidato falando isso, é querendo chamar outros candidatos para o grupo, ou seja, é mentira! Essa frente não sai junta, chance pequena. Nesse projeto quem serviria de escada?

Comments are closed.