‘Diagnóstico’: reunião da frente de oposição muda para o dia 11
   21 de março de 2014   │     1:11  │  0

A reunião da Frente de Oposição, que seria dia 7 de abril tem nova data. O encontro foi remarcado para o próximo dia 11, avisa o coordenador do encontro e presidente estadual do PDT, Ronaldo Lessa: “resolvemos mudar em função de reunião que será realizada pela AMA  no dia 7. A nova data foi combinada com todos os partidos”.

O palco do encontro continua o mesmo: a histórica cidade de Penedo.

Aqui vai um aviso: que ninguém espere a apresentação ou lançamento de candidatos ao governo no encontro de Penedo. “Nesta reunião vamos apresentar o diagnóstico de Alagoas. A escolha de candidatura deverá ocorrer só em maio”, adianta o ex-governador Ronaldo Lessa.

O diagnóstico vai apontar os principais problemas do estado,com ênfase na saúde, educação, segurança e desenvolvimento. Aqui uma dica: é bom Téo Vilela comprar logo uma caneleira.

Outra “novidade” é que o encontro, que seria o terceiro, passou a ser tratado como o quinto do grupo de oposição: “estamos todos juntos e decidimos aproveitar todas informações levantadas nos encontros realizados pela AMA com apoio do senador Renan Calheiros e do PMDB”, explica Lessa.

Plano B

Surge uma nova especulação no meio político. Alguns articulistas apontam para uma chapa que seria o “plano B’ da Frente de Oposição: “Luciano Barbosa governador e Cícero Almeida vice”, adianta um influente assessor com trânsito no PMDB.

A chapa Arapiraca/Maceió, além de ter fôlego nas duas maiores cidades do estado, também poderia unir, aponta o assessor, o campo da oposição que enfrentou risco de divisão.

Digam o que disserem, mas pelo que sei o “plano A” do PMDB para o governo continua sendo o deputado federal Renan Filho. Dependendo do cenário nacional, o senador Renan Calheiros pode entrar na disputa.